Other Languages

quarta-feira, 20 de junho de 2018

World Cup 2018. Espanha teve bastante dificuldade em trocar a bola

Grupo B
2ª jornada

Irão 0 Espanha 1

Golo: Diego Costa

A Espanha teve bastantes dificuldades para ultrapassar o Irão. A vantagem mínima justifica-se, mas durante 45 minutos, o futebol espectacular de nuestros hermanos nunca conseguiu penetrar no bloco defensivo que chegou a ser de 6-3-1. 

Em grande parte do desafio, os iranianos almejaram a grande área espanhola, mas as jogadas perdiam-se por causa dos cruzamentos defeituosos. A falta de qualidade técnica esteve na base de uma derrota normal. 

No primeiro tempo, os europeus criaram apenas três situações, sendo que, todas por David Silva. A mais perigosa aconteceu perto do final. 

A segunda parte foi bastante diferente porque acentuou-se o domínio espanhol. Não se registaram grandes alterações tácticas ou de jogadores, mas notou-se uma enorme vontade de ganhar, sobretudo depois da vitória de Portugal. O empate complicava as contas no grupo. 

O primeiro aviso surgiu por Busquets aos 49 minutos num remate de longe. Isco conduziu os ataques até à grande área, embora faltasse o último toque para a baliza ou um remate potente. Antes do tento inaugural de Diego Costa aos 53 minutos, Ansarifar assustou a baliza de De Gea. 

No final prevaleceu a excelente capacidade de guardar a bola dos antigos campeões mundiais sobre a falta de capacidade técnica da formação asiática. 

Os lugares de acesso aos oitavos-de-final serão discutidos na próxima jornada. Portugal, Espanha e Irão precisam de ganhar para confirmar o apuramento e o primeiro lugar no grupo.

Sem comentários:

Enviar um comentário