terça-feira, 19 de junho de 2018

World Cup 2018. Japão mostra muita maturidade no plano táctico

Grupo H
1ª jornada

Colômbia 1 Japão 2

Golos: Juan Quintero - Kagawa, Osako

A expulsão de Carlos Sanchez aos 2 minutos, que originou o penalti de Kagawa, enfraqueceu os colombianos durante o resto do encontro. 

A necessidade de equilibrar o meio-campo com a entrada de Barrios tirou virtuosismo à equipa, que respondeu positivamente nos momentos seguintes. A Colômbia manteve a posse de bola devido à genialidade de Quintero e aos desequilíbrios perto da área de Cuadrado. Contudo, o número 11 teve de sair na melhor altura do jogo. 

O seleccionador da Colômbia acertou na substituição, já que, perto do intervalo Quintero empatou num livre directo, mas minutos antes, Radamel Falcão tinha efectuado o primeiro remate na competição. 

O resultado justificava-se porque o Japão baixou demasiado as linhas, e o equilíbrio no meio-campo do adversário também impediu aventuras desnecessários.

O início da segunda parte foi uma repetição do filme visionado nos primeiros 45 minutos. O Japão regressou ao controlo das oportunidades, embora sem necessitar de ter a bola no pé durante muito tempo. Em poucos toques, a bola chegou à área do adversário, mas Osako e Inui falharam as tentativas iniciais. 

A entrada de James para o lugar de Quintero não resultou. O craque colombiano raramente teve capacidade para organizar o ataque, que contou mais tarde com a dupla Falcão-Bacca. A falta de criatividade impedia os sul-americanos de assumirem as despesas da partida, mesmo jogando com dez unidades. 

Os nipónicos continuaram eficazes no passe e na finalização. Inui revelou habilidade nas assistências e Osako capacidade no jogo aéreo como prova o 2-1 aos 73 minutos. 

Numa fase em que a Colômbia teve de procurar novamente o empate, não houve capacidade para desorganizar a defesa asiática, composta por jogadores que actuam em clubes europeus, nomeadamente o experiente Yoshida. James Rodriguez ainda apareceu solto na grande área, mas Osako também ajudou em termos defensivos.

Sem comentários:

Enviar um comentário