sábado, 23 de junho de 2018

World Cup 2018. México também sabe ganhar em ataque continuado

Grupo F
2ª jornada

Coreia do Sul 1 México 2

Golo: Son - Carlos Vela, Javier Hernandez

Uma nova demonstração de qualidade por parte dos mexicanos, que começaram a partida em sofrimento devido às três oportunidades consecutivas de Son na grande área, embora a bola tivesse parado nos defesas contrários aos 21 minutos. Logo a seguir, Kim cabeceia para uma intervenção fantástica de Ochoa.

O México conseguiu tomar conta da partida porque o meio-campo do adversário não tem grande qualidade. Os médios que brilharam frente à Alemanha voltaram a cumprir com a missão de atacar e defender praticamente ao mesmo tempo. 

O golo de Carlos Vela de grande penalidade (mais uma) desmoralizou os asiáticos, já que, dois minutos depois, Miguel Layun esteve perto do 2-0 num lance iniciado pelo autor do golo. 

Apesar do jogo se ter mantido aberto na segunda parte, com a bola a chegar rapidamente aos últimos 30 metros, para os magos das equipas terem oportunidade para desequilibrarem, foram os mexicanos que confirmaram maior superioridade. 

O número de oportunidades subiu para os americanos, que terminaram com as contas da partida aos 65 por Javier Hernandez num contra-ataque rápido em que se confirmaram as diferenças entre as equipas. 

O golo de Son perto do final é um prémio para o esforço sul-coreano que sai do campeonato com a cabeça baixa. 

Sem comentários:

Enviar um comentário