World Cup 2018. Os penatis continuam a acompanhar os australianos

Grupo C
2ª jornada

Dinamarca 1 Austrália 1

Golos: Cristien Eriksen - Myle Jedinak

Os australianos foram salvos por um penalti que caiu do céu aos 36 minutos. Myle Jedinak voltou a marcar desde os 11 metros, voltando a empatar uma partida que estava muito complicada. No entanto, desta vez o resto da equipa conseguiu aguentar a igualdade que permite sonhar com o apuramento na última ronda. 

A Dinamarca jogou muito melhor, porque também conta com melhores executantes. O golo de Eriksen aos seis minutos é uma prova disso. Um trabalho genial de Jorgensen e do número 10 permitiram o primeiro tento, que colocaram a nu todas as dificuldades dos australianos. 

O segundo esteve perto de acontecer aos 23 minutos após Nicolai Jorgensen ter correspondido a um cruzamento do lado direito. 

Os ataques dos nórdicos obedeceram sempre aos mesmos padrões, embora fossem perdendo eficácia à medida que o adversário conseguia acertar com as marcações. 

Na segunda parte, não houve a mesma capacidade nem frieza para os europeus manterem a pressão sobre o adversário. A Austrália recolheu para o meio-campo defensivo, à excepção de duas oportunidades falhadas por Leckie. No entanto, a maior proeza foi tirar Eriksen das manobras ofensivas, cabendo a Pione Sisto as melhores oportunidades, mas o avançado esteve perdulário em quatro ocasiões porque tem pouco insinto de matador, ao contrário de Jorgensen. 

A divisão de pontos acaba por ser positivo para as duas equipas. A Dinamarca pode precisar apenas de um empate frente à França, enquanto a Austrália vai ser obrigada a jogar para a vitória pela primeira vez na prova.

Comentários