segunda-feira, 2 de julho de 2018

World Cup 2018. Neymar conseguiu finalmente dar show de bola

Oitavos-de-final

Brasil 2 México 0

Golos: Neymar, Roberto Firmino

O Brasil realizou a melhor exibição na prova contra o adversário mais complicado. No entanto, a qualidade mexicana só durou 10 minutos. O México começou por cima graças à pressão efectuada pelos médios, com Herrera em destaque, mas também pela facilidade com que entrou na grande área, sobretudo através dos flancos, onde Lozano e Carlos Vela ganhavam protagonismo. 

O entusiasmo mexicano, nomeadamente nas bancadas onde os adeptos gritavam olé sempre que os jogadores trocavam a bola, foi rapidamente substituído pelo melhor festival de futebol na prova. Em meia hora, os canarinhos contavam com três situações perigosas por Neymar, sendo que, a melhor aconteceu aos 24 minutos. 

A segunda parte também começou com um aviso por parte dos mexicanos, mas o Brasil acabou por chegar ao golo no minuto 50 pela estrela da equipa, que promete finalmente lutar pelo título de melhor jogador do torneio depois das saídas de Messi e Cristiano Ronaldo. O número 10 iniciou a jogada com um passe de calcanhar na meia lua para Willian. O extremo entrou na área pelo lado esquerdo e só teve de assistir Neymar. 

A chave do sucesso dos sul-americanos esteve na grande capacidade individual dos jogadores atacantes, com excepção de Coutinho. Os quatro jogaram praticamente sozinhos, construindo situações isoladas e jogadas colectivas fantásticas. William realizou aceleraçoes incríveis no último terço do terreno, que baralharam a defesa mexicana. O único que esteve ao nível habitual foi Ochoa com intervenções decisivas aos 58 e 62, sendo que, antes da última meia-hora defendeu um remate de Paulinho no coração da área. 

O seleccionador mexicano esgotou as alterações aos 60 minutos, com as entradas de Layun, Jiménez e Jonathan dos Santos. Neste período, apenas o avançado mexeu com a partida porque iniciou num contra-ataque aos 60 minutos, em que Carlos Vela rematou fora da área com algum perigo após assistência de Lozano. 

O Brasil reforça a candidatura ao hexa-campeonato com a melhor exibição, prometendo manter o mesmo nível perante possiveís adversários como a Bélgica e a França. O México celebrou cedo o empate, mas abandona o mundial nos oitavos-de-final pela sétima ocasião consecutiva. 

Sem comentários:

Enviar um comentário