segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Primera Division. Nulo certo em Sarandí.

8ª jornada

Defensa y Justicia 0 San Martín 0



Um empate a zero num jogo com poucas oportunidades de golo, mas com muita luta no meio campo.

Craque do jogo: Marcus Gelaert

9ª jornada



O Benfica aumentou a distância para os rivais, sendo que, continua na liderança após o clássico no Dragão. A ronda foi perfeita já que, Sporting e FC Porto empataram, em particular os dragões que são o próximo adversários dos tricampeões nacionais. 

Nem Sporting ou FC Porto fizeram grandes exibições nas deslocações à Choupana e ao Bonfim. As duas equipas não estiveram inspiradas. O Sporting teve uma grande penalidade que desperdiçou por William Carvalho.

Na Luz continua-se a jogar bom futebol e uma aposta ganha de Rui Vitória em insistir na titularidade de Gonçalo Guedes em vez de recorrer à dupla Mitroglou-Jiménez. O jovem português tem as características essenciais para aquela posição porque é rápido e a altura também permite conquistar a bola mais vezes.

Os clubes minhotos também estão em grande. Os guerreiros ficam com os mesmos pontos do FC Porto e ultrapassaram o Sporting e os vimaranenses apenas a um ponto dos leões. 

A partir daí está tudo equilibrado, em particular no fundo da tabela por causa da segunda vitória do Moreirense e do regresso do Arouca aos triunfos.

Melhor Equipa
Vit.Guimarães
Os vimaranenses não param de surpreender. Uma vitória confortável em Vila do Conde com direito a estádio cheio. A equipa tem excelentes extremos que permitem a Marega finalizar com sucesso. O meio-campo tem força, qualidade técnica e visão de jogo. Um misto de jovens valores com jogadores que ganharam experiência noutros clubes, estando completamente focados em defender as cores do clube vitoriano.

Melhor Jogo
Nacional - Sporting
Os leões atacaram mais e estiveram mais perto da vitória, apesar de alguns problemas no ataque. O Nacional também tentou assustar o adversário, embora sem estar perto de inaugurar o placard. A vertente táctica dos madeirenses impressionou sempre mais que a magia, mesmo com Salvador Agra. 

Sinal +

Benfica - Os encarnados ganharam uma vantagem importante que permite ir ao Dragão pensar em dois resultados. O jogo contra o Paços de Ferreira foi muito bom dando garantias que tem o melhor futebol. 

Sinal -

Sporting - O clube leonino empatou três jogos em Outubro, descendo para a quarta posição. Os leões mostraram que existem lacunas no plantel, mesmo com as inúmeras contratações nesta temporada. 

Liga NOS. Feirense esteve perto de encontrar a chave da vitória

9ª jornada

Desp.Chaves 1 Feirense 1

Golos: R.Battaglia - Karamanos
MVP: R.Battaglia - Karamanos

Um empate em Chaves entre duas equipas que subiram de divisão e estão bem classificadas na tabela. Esperava-se mais dos flavienses por causa do bom futebol que apresentam, mas a formação de José Mota conhece todas as regras para fazer xeque-mate. 

O golo de Karamanos surge no fecho da primeira parte, condicionando o aspecto metal dos anfitriões. Isso não aconteceu porque a boa reacção teve resultados aos 71 por Battaglia. O ex-jogador do Sp.Braga começa a ter destaque nesta equipa. 

domingo, 30 de outubro de 2016

Liga NOS. Vitória à procura de consolidar estatuto europeu

9ª jornada

Rio Ave 0 Vit.Guimarães 3

Golos: Moussa Marega 3
MVP: Gil Dias - Moussa Marega

A vitória dos vimaranenses engana porque o Rio Ave esteve bem no jogo, procurando marcar golos que nunca chegaram a aparecer. O problema é que do outro lado está uma equipa muito confiante e com um super-goleador. Marega marcou três e já se isolou na lista dos melhores marcadores. 

A grande penalidade no início ajudou à estabilização, mas os vitorianos jogam bom futebol, tendo jogadores rápidos e excelentes no nível técnico que desequilibram e colocam a bola para o avançado emprestado pelo FC Porto ter apenas de encostar. 

O Rio Ave também não fica atrás em termos de qualidade de jogo, mas ainda precisa de crescer.

Na classificação, o Vitória tem mais margem para errar na luta pela Europa porque os concorrentes directos não se apresentam ao nível da temporada passada. 

Liga NOS. Arouca volta a vencer no campeonato

9ª jornada

Arouca 1 Marítimo 0

Golo: Walter Gonzalez
MVP: Walter Gonzalez - Fransérgio

O Arouca voltou a ganhar no campeonato, embora continue nos lugares de despromoção, mas em igualdade pontual com o Estoril, Moreirense e Nacional. 

O jogo esteve novamente perto do empate, por causa da falta de qualidade das equipas. No entanto, ao minuto 82 Walter Gonzalez deu uma sapatada na crise do Arouca.

Os madeirenses seguem no segundo consecutivo sem vencer.

Liga NOS. Guerreiros igualam dragões e ultrapassam leões na classificação

9ª jornada

Sp.Braga 2 Belenenses 1

Golos: Ricardo Horta 2 - Tiago Caeiro
MVP: Ricardo Horta - Tiago Caeiro

Os bracarenses dominaram a partida contra o Belenenses e ultrapassaram o Sporting na tabela, além de igualarem o FC Porto. Ao contrário do que acontecia no passado, os guerreiros já não tremem na hora decisiva, sendo um sinal de maturidade competitiva.

O golo do Belenenses surgiu aos 88 minutos, pelo que, não interferiu com a boa exibição protagonizada pelos anfitriões. 

Apesar de tudo, ainda é necessário mais tempo para sabermos quanto vale realmente a formação minhota. No entanto, temos a certeza que o clube lisboeta não melhorou com a troca de treinador.

sábado, 29 de outubro de 2016

Liga NOS. Ainda falta um bocado grande para o Boavista conseguir marcar

9ª jornada

Boavista 0 Estoril 0

MVP: Iuri Medeiros - Bruno Gomes

O Bessa assistiu novamente a uma boa exibição dos axadrezados, mas a ineficácia continua a roubar pontos importantes na luta pelo principal objectivo perante adversários directos. 

A equipa sob a orientação de Miguel Leal mantém a vontade de atacar, embora com mais qualidade do que Erwin Sanchez. O problema tem sido meter a bola dentro da baliza. É verdade que José Moreira não perdeu qualidades, mas os jogadores do Boavista deveriam ter optado melhor na grande área. 

O empate manteve as duas formações separadas por dois pontos na segunda metade da tabela.

La Liga. Rafinha aproveitou folga de Messi e Suárez para voltar a brilhar

10ª jornada

Barcelona 1 Granada 0

Golo: Rafinha

Uma equipa em esforço mínimo para continuar a aproximação aos rivais. Apesar das várias tentativas, Messi e Suárez estiveram pouco activos, deixando as despesas para os outros jogadores. O treinador Luís Enrique pretende fazer uma boa figura em Manchester onde está em discussão o apuramento para os oitavos-de-final da Champions League. 

O brasileiro Rafinha voltou a ser o homem do jogo depois de se ter destacado na visita ao terreno do Leganés.

La Liga. Voltaram as boas exibições e as goleadas ao Vicente Calderon

10ª jornada

Atlético Madrid 4 Málaga 2

Golos: Ferreira-Carrasco 2, Kevin Gameiro 2 - Sandro, Camacho

Nos últimos jogos, Yannick Ferreira-Carrasco tem sido a principal figura dos colchoneros. Os três pontos ficaram em Madrid após a derrota em Sevilha. 

Apesar do domínio caseiro, o Málaga assustou por duas vezes aos 31 e 64 minutos sempre que conseguiu reduzir para 2-1 e 3-2. O problema é Ferreira-Carrasco continuar com o pé quente, sobretudo na liga espanhola onde retirou protagonismo a Griezmann.

A vitória folgada restabeleceu a confiança dos adeptos na equipa.

Liga NOS. Benfica será líder após clássico no Dragão

9ª jornada

V.Setúbal 0 FC Porto 0

MVP: Bruno Varela - Miguel Layun

Os dragões foram incompetentes na procura de uma vitória que seria fundamental para encarar o jogo da próxima jornada com possibilidade de chegar ao primeiro lugar. O empate no Bonfim penaliza a má finalização dos azuis e brancos, apesar da boa resposta dos sadinos nos últimos vinte minutos. 

A ideia que passa deste FC Porto é de uma equipa que só dura alguns minutos, perdendo intensidade na parte final das partidas porque não há muitos recursos no banco. Os melhores jogadores como Oliver, Herrera e Otávio jogam sempre, enquanto os substitutos não cumprem a mesma missão. O plantel tem qualidade, sobretudo os titulares, mas não deve chegar para lutar por todas as competições. 

As melhores oportunidades pertencerem aos visitantes que contaram sempre com a excelente exibição de Bruno Varela. À medida que o guardião sadino evitava o golo, os restantes companheiros acreditavam que era possível assustar Casillas. Couceiro tenta incutir alguma ambição nesta jovem equipa que começou muito bem o campeonato, mas não vence há vários jogos. No entanto, o empate contra os dragões pode ser considerado uma vitória moral, apesar de ser a segunda divisão de pontos consecutiva. 

As duas equipas constituídas por bons valores e com margem de progressão estão longe dos objectivos.

Premier League. Força mental ajuda Liverpool na manutenção da liderança do campeonato

10ª jornada

Crystal Palace 2 Liverpool 4

Golos: James McCarthur 2 - Emre Can, Lovren, Matip, Roberto Firmino

Os reds responderam positivamente às vitórias do Arsenal e Manchester City, mantendo-se na liderança do campeonato com os dois clubes.

Apesar da deslocação difícil, o Liverpool revelou força mental para não deixar fugir as duas equipas. Neste momento, a qualidade de jogo consegue estar aliada à vontade dos jogadores em fazerem história no clube porque desde a criação da Premier League o título nunca ficou em Anfield. 

O resultado sofreu alterações até ao minuto 44. Matip marcou o 2-3 antes do intervalo para travar o ímpeto da formação orientada por Alan Pardew. No segundo tempo Firmino acabou com a partida. Não houve nenhum jogador a bisar, mas Phillippe Coutinho volta a estar em destaque com duas assistências. 

O Liverpool está perto da perfeição porque ainda continua a sofrer alguns golos.

Liga NOS. Empate em Alvalade iludiu jogadores do Tondela

9ª jornada

Tondela 1 Moreirense 2

Golos: Wagner - Podence, Boateng

Um golo a abrir o encontro e outro a fechar garantiram a segunda vitória aos cónegos e a possibilidade de saltar por uns momentos da zona de despromoção. 

O Tondela não encarou o desafio com o Moreirense com a mesma atenção que a deslocação a Alvalade. O primeiro golo de Podence é um sinal claro que os jogadores dos anfitriões entraram de peito cheio por causa do empate no terreno do Sporting. 

Após o choque inicial, houve uma reacção que culminou com o golo do empate aos 18 minutos. O problema é que a mesma atitude voltou durante o resto do encontro. 

O golo de Boateng aos 87 minutos é um balão de oxigénio para Pepa que nem sequer conseguiu seguir em frente na Taça de Portugal. A equipa joga pouco mesmo com algumas jovens promessas como são Francisco Geraldes e Podence. Os dois jogadores talvez façam mais falta ao Sporting que ao clube minhoto.

La Liga. Cristiano Ronaldo reencontra caminho dos golos

10ª jornada

Alavés 1 Real Madrid 4

Golos: Deyverson - Cristiano Ronaldo 3, Morata

O craque português recupera a forma habitual. Isto é, começa a marcar golos para reentrar na luta com Messi. A visita do Real Madrid a Vitória começou mal, mas terminou em beleza. 

O golo de Deyverson assustou os adeptos merengues porque a equipa basca venceu o Barcelona em Camp Nou e empatou contra o Atlético de Madrid. O problema é que Cristiano Ronaldo deu a volta ao resultado através da marcação de uma grande penalidade e de um grande remate fora da área em poucos minutos.  

O segundo tempo também foi dedicado ao número 7, embora Morata tenha feito novamente o gosto ao pé, após ter dado três pontos na última jornada frente ao Athletic Bilbao.

A partir de agora todos vão estar atentos ao campeonato particular que Messi e Cristiano oferecem ao longo das últimas temporadas.

Premier League. Spurs continuam sem perder, mas ficam a três pontos da liderança

10ª jornada

Tottenham 1 Leicester 1

Golos: Janssen - Musa

O empate mantém as duas equipas com as aspirações em aberto, sendo que, o campeão inglês conseguiu travar pela primeira vez um candidato ao título, embora roubando apenas um ponto.

O golo de Janssen através de uma grande penalidade aos 44 minutos poderia desanimar os visitantes no segundo tempo. Isso não aconteceu porque Musa empatou no minuto 3 do segundo tempo, transmitindo uma reacção positiva ao adversário. 

No resto do encontro, os Spurs tiveram mais argumentos para causar perigo na baliza contrária, tendo estado perto da vitória por Jan Vertonghen perto do final. 

Os três pontos eram importantes para manter um ponto de desvantagem sobre a dupla que lidera o campeonato. Neste momento, City e Arsenal ficam com mais três pontos. 

Premier League. Titularidade de Aguero muda a face dos citizens

10ª jornada

WBA 0 Manchester City 4

Golos: Sergio Aguero 2, Gundogan 2

Os citizens regressaram às vitórias na Premier League e colaram-se ao Arsenal na liderança do campeonato. Uma exibição segura sem grandes sobressaltos perante uma formação que luta pela permanência. 

As titularidades de Aguero e Gundogan deram mais profundidade ofensiva ao City. O argentino voltou aos golos, além de ter feito o passe para o primeiro golo do antigo jogador do B.Dortmund. A qualidade de Aguero faz toda a diferença na equipa de Guardiola, pelo que, não se entende a escassa utilização nos últimos jogos. 

A crise parece ter terminado no Etihad, embora haja desafios mais complicados nas próximas rondas. 

Premier League. Gunners colocam pressão sobre nos restantes candidatos ao título

10ª jornada

Sunderland 1 Arsenal 4

Golos: Defoe - Alexis Sanchez 2, Olivier Giroud 2

Uma grande vitória antes de conhecer os resultados dos principais adversários na corrida ao título. Os gunners mantiveram a toada atacante da última jornada, sendo que, na visita ao "Estádio da Luz" britânico, a as oportunidades criadas foram concretizadas. 

O empate do Sunderland ainda assustou, mas a qualidade de Alexis Sanchez não permitiu mais perdas de pontos. O francês Giroud também participou na goleada para tentar voltar a ser primeira opção na equipa.

Um bom resultado que confirma da veia goleadora da equipa neste início de temporada.  

Liga NOS. Outubro pode ser o adeus definitivo ao comboio do título

9ª jornada

Nacional 0 Sporting 0

MVP: Rui Silva - Rúben Semedo

Os leões voltam a perder pontos na luta pelo título, sendo que, se o FC Porto vencer nesta ronda, não conseguem subir ao segundo lugar em caso de derrota dos dragões contra o Benfica na próxima jornada. O Sp.Braga também pode ficar isolado na terceira posição.

Uma nova exibição sem qualidade do Sporting por culpa dos jogadores que Jesus tem à disposição. O técnico continua a tentar uma forma de jogar sem Adrien. Na deslocação à Madeira, as opções recaíram em Bruno César e Markovic. O brasileiro jogou como 8 e o sérvio nas costas de Bas Dost. Nenhum deles cumpriu a missão, embora Bruno César ainda tenha estado uns furos acima da restante equipa. Markovic é um extremo, mas também não se esforça para conquistar o treinador e os adeptos. 

Não se percebe a baixa produtividade de Bryan Ruiz. É verdade que Rui Silva esteve em grande forma, sobretudo nos remates de Bas Dost, mas o Nacional também se pode queixar da qualidade de Rui Patrício. 

O Sporting vai ter que atacar o mercado de inverno, mesmo após o regresso de Adrien. É impressionante a diferença de golos dos dois pontas-de-lança da temporada passada relativamente aos actuais avançados. Jesus está a perder qualidades na hora de arranjar substitutos credíveis e como não aposta em Iuri Medeiros ou Podence a manta fica curta. 

Em Outubro, os leões registaram três empates que podem travar o ânimo para continuar a acreditar no título porque nesta temporada as exibições têm sido sofríveis. 

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Liga NOS. Gonçalo Guedes justifica opção de Rui Vitória no início da temporada

9ª jornada

Benfica 3 Paços de Ferreira 0

Golos: Gonçalo Guedes, Salvio, Pizzi
MVP: Gonçalo Guedes - Ivo Rodrigues

A recepção aos castores só se complicou no início do jogo devido à ambição de Carlos Pinto em tentar surpreender o primeiro classificado, com destaque para os remates de Ivo Rodrigues. As intenções dos visitantes não foram colocadas em prática porque os encarnados conseguiram tomar conta das operações a partir dos quinze minutos. 

A única mexida de Rui Vitória no onze aconteceu no lado esquerdo com a entrada de Eliseu. O resto continua igual, em particular a titularidade de Gonçalo Guedes, mesmo com Raúl Jimenez de novo em forma. A manutenção do jovem português no onze começa a justificar-se por causa das boas exibições. O golo marcado diante dos pacenses é o culminar da evolução naquela posição que se verifica nesta época.

O primeiro golo do Benfica tirou o peso da responsabilidade em vésperas de visitar o Estádio do Dragão, pelo que, no segundo tempo a vantagem no marcador aumentou com golos de Salvio e Pizzi, mas sem nunca esquecer mais um jogo fantástico de Cervi. 

O treinador benfiquista encontrou o onze titular, sempre sujeito a mexidas por causa de lesões e castigos. O único factor que não conta para a rotatividade do plantel é a necessidade de poupar jogadores para os desafios mais complicados, como são a recepção ao Dinamo Kiev e a deslocação ao terreno do FC Porto. Não se pode alterar as rotinas numa equipa que ainda só perdeu um jogo desde o início da temporada, sendo que, no campeonato segue tranquilo no primeiro posto.

Melhor jogador da 8ª jornada



O ponta-de-lança do FC Porto tem assumido veia goleadora. Na última jornada, marcou dois golos contra o Arouca, beneficiando da qualidade de passe de Diogo Jota.

O crescimento de André Silva tem sido notória no primeiro ano como jogador da equipa principal, tendo marcado no campeonato, Liga dos Campeões e ao serviço da selecção nacional. 

O instinto matador, a qualidade técnica e a força física são as principais características do jovem avançado. 

Falta um título europeu para Luís Filipe Vieira ficar na história



A obra de Luís Filipe Vieira à frente do Benfica tem sido notável. A recuperação financeira e o sucesso desportivo são as grandes marcas num projecto que contempla a construção do centro de estágio e o regresso da memória colectiva, com particular incidência para o novo Museu. 

Durante o percurso houve algumas falhas como o despedimento inoportuno de Fernando Santos ou a excessiva aposta em jogadores sul-americanos. Apesar de tudo, o sonho de Luís Filipe Vieira dificilmente será concretizado, Isto é, ser competitivo com jogadores unicamente formados no Seixal. Como se vê na Holanda, o futebol actual não sobrevive apenas com a prata da casa. No plano financeiro também falta encaixar grandes quantias com a venda de um ou dois jogadores por ano, embora na última temporada as saídas de Gaitán e Renato Sanches tenham enchido os cofres da Luz. 

A grande aprendizagem do presidente tem sido a nível desportivo. É verdade que contou com a ajuda de Rui Costa e só com Jorge Jesus conseguiu encontrar a chave do sucesso. O técnico do Sporting teve influência no crescimento e consolidação da famosa estrutura. 

Nos últimos anos as vitórias foram mais que as derrotas, embora ainda falte o grande objectivo. Não é importante ser tetra ou penta num campeonato que conta apenas com três candidatos ao título. O maior desafio é tornar o Benfica ao nível dos melhores clubes europeus. A nova aposta nos mercados chinês e norte-americano pode garantir retorno financeiro, como acontece noutros clubes, em particular nos ingleses e espanhóis. Neste aspecto, faz sentido aproveitar o novo ímpeto que se está a dar ao soccer nos Estados Unidos. 

O Benfica esteve perto de vencer duas vezes a Liga Europa, mas perdeu frente a Chelsea e Sevilha. Vieira tem de apontar baterias para conquistar a Champions League. Talvez seja necessário algumas mudanças, mas não é difícil ganhar no actual formato. Neste momento também é preciso saber qual será o futuro da competição.

Sem ter o caneco europeu, Vieira será recordado como o Presidente que recuperou o clube a nível financeiro e desportivo.

Notas da Semana

Homem do Jogo

Leonel Messi - Nunca é demais elogiar o avançado argentino. Na semana passada marcou cinco golos contra adversários complicados como são o Manchester City e o Valência. Uma classe tremenda e ainda participa nas jogadas finalizadas pelos colegas de equipa. Nesta fase inicial, Messi está em melhor forma que Cristiano Ronaldo, mas não deve ficar com o título de melhor jogador do Mundo de 2016. Talvez para o ano...


Nota Intermédia

José Mourinho - Uma semana de contrastes para o técnico português. A pesada derrota contra o Chelsea tem dedo do treinador português que não investiu no reforço da defesa e ainda precisa de saber onde colocar as peças. Contudo, na quarta-feira eliminou o City da Taça de Liga inglesa, dando um balão de oxigénio aos adeptos. Mourinho tem razão quando afirma que na Premier League tudo muda num instante e as equipas do topo estão muito iguais.

Fora-de-Jogo

Jorge Jesus - Os leões perderam em casa contra o Dortmund e empataram frente ao Tondela. A igualdade para o campeonato permitiu ao Benfica aumentar a vantagem para cinco pontos e os dragões estão a dois, sendo que, os bracarenses conseguiram igualar os leões na classificação. Os maus resultados confirmam que os reforços têm pouca qualidade para manter a equipa no topo nas várias frentes. 

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Top Teams League. Benfica e Real Madrid repartem liderança após 16 jogos


Os encarnados e os merengues lideram a Top Teams League depois de se terem disputado 16 jogos entre as formações mais fortes dos campeonatos acompanhados pelo GOLO. 

As duas equipas têm 3 pontos de média, devido à vitória que conquistaram no único jogo realizado. O Benfica venceu o Sp.Braga enquanto o Real ganhou ao Sporting. No entanto, a equipa portuguesa tem melhor diferença de golos marcados e sofridos. 

Na perseguição aos líderes seguem Liverpool e Feyenoord com 2,3 pontos. Os reds ainda não perderam qualquer jogo na liga inglesa contra os principais rivais e o clube holandês perdeu os primeiros pontos na visita ao Ajax. 

O campeonato ainda agora começou mas já existem algumas surpresas como o mau início do Manchester United que conquistou a primeira vitória no jogo contra o Manchester City para a EFL Cup. O resultado teve como consequência a descida da média do City para 1 ponto, igualando o Chelsea e o Ajax. 

Na última posição estão FC Porto, Sp.Braga e PSV. As equipas portuguesas ainda só realizaram um jogo na competição, sendo que, os dragões vão medir forças com o Benfica dentro de duas semanas. O campeão holandês tem duas derrotas em dois jogos.

Classificação após 16 jogos

1- Benfica 3 pontos
2- Real Madrid 3 pontos
3º Liverpool 2,3 pontos
4º Feyenoord 2,3 pontos
5º Barcelona 2 pontos
6º Atlético Madrid 2 pontos
7º Arsenal 1,5 pontos
8º Sporting 1,5 pontos
9º Manchester City 1 ponto
10º Chelsea 1 ponto
11º Ajax 1 ponto
12º Manchester United 0,8 pontos
13º FC Porto 0 pontos
14º Sp.Braga 0 pontos
15º PSV 0 pontos

Top 10 Goalscorers - Leonel Messi aumenta vantagem sobre a concorrência



1º Leonel Messi - 13 golos
A lesão que o argentino sofreu no duelo em casa contra o Atlético Madrid não teve influência no rendimento. Pelo contrário, aumentou a performance nas três últimas jornadas. Messi marcou seis golos, sendo que, três foram contra o Manchester City na 3ª jornada da Liga dos Campeões. No fim-de-semana, também acabou por ser decisivo pelos dois golos marcados ao Valência. No total, tem 13 golos, mais cinco que o segundo classificado. Os rivais não aproveitaram para alcançar o primeiro lugar e ficaram mais longe.

2º Sergio Aguero & Luís Suárez - 8 golos
O uruguaio esteve melhor que o argentino nas últimas jornadas. Suárez aproveitou o regresso de Messi para marcar dois golos em três jogos, ficando em branco na ronda europeia. O jogador do Manchester City esteve ausente da titularidade contra o Barcelona e Southampton, entrando em campo nos minutos finais numa altura em que a equipa se encontrava a tentar dar a volta aos dois desafios que não correram bem à equipa inglesa. Se estivesse lesionado nem sequer iria para o banco..

4º Gonzalo Higuain - 7 golos
Nem um golo para amostra da grande contratação da Juventus. A equipa italiana continua a vencer, mas sem a contribuição directa do goleador argentino, embora mantenha a titularidade. Nos últimos jogos tem participado mais no colectivo do que na finalização.

5º Arcadiusz Milik & Anthoine Griezmann - 6 golos

7º Zlatan Ibrahimovic - 5 golos

8º Iheanacho, Karim Benzema & Cristiano Ronaldo - 4 golos

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

EFL Cup. A primeira (pequena) vitória de José Mourinho

Oitavos-de-final

Manchester United 1 Manchester City 0

Golo: Juan Mata

Os maus resultados das duas equipas no fim-de-semana obrigaram os treinadores a lançar os melhores jogadores para o relvado, embora o United tenha sido mais ousado com as titularidades de Zlatan Ibrahimovic e Pogba, bem como de David De Gea. Mourinho disse que a prioridade era o campeonato, mas não podia ser novamente goleado após o desastre da última jornada.

A diferença de valores dos protagonistas em campo acabou por garantir a vitória ao United para gáudio dos adeptos, que celebraram a primeira grande vitória da temporada. Mata conseguiu salvar a pele do treinador na altura certa. 

O resultado também mostra que o crescimento da equipa e o maior entrosamento pode relançar as contas do campeonato. Talvez seja isso que falte aos red devils, pelo que, Mourinho decidiu manter as principais unidades. Desta vez saiu a ganhar. 

Copa del Rey. Asensio e Morata confirmam que são opções de primeira linha

16 avos-de-final

Cultural Leonesa 1 Real Madrid 7

Golos: Benja - Asensio 2, Morata 2, Nacho, Morata, Mariano, Zuiverloon a.g

Uma goleada histórica sem as principais figuras. Zidane descansou as principais estrelas e os jogadores de segunda linha responderam afirmativamente ao treinador. Melhor, não se pode dizer que Morata e Asensio são escolhas de segunda, já que, os dois têm sido importantes nos últimos jogos do campeonato espanhol.

O avançado Morata afirma-se cada vez mais como um suplente de luxo, o mesmo acontece com Asensio. Tendo em conta que Cristiano Ronaldo e Karim Benzema estão com a pólvora seca, se calhar os dois merecem uma oportunidade na próxima jornada. 

DFB-Pokal. Má época do Leverkusen continua após derrota com equipa do terceiro escalão

Segunda eliminatória

Sporttfreunde Lotte 2 Bayer Leverkusen 2
4-3 nas grandes penalidades

Golos: Robert Hilbert, Kevin Freiberger - Kevin Volland 2

O Bayer Leverkusen está a ter um início de temporada para esquecer. As más exibições no campeonato e na Liga do Campeões foram aproveitadas pelo modesto Sporttfreunde Lotte da terceira divisão para cometer uma surpresa na eliminatória da taça da Alemanha. 

O mais surpreendente é que os anfitriões conseguiram sempre responder à desvantagem em todos os momentos do jogo. O primeiro golo de Volland foi marcado aos 25 minutos, mas Robert Hilbert empatou aos 47. 

O empate manteve-se até final dos 90 minutos. No início do prolongamento, o jogador do Leverkusen fez o 1-2 mostrando que o desafio deveria estar perto do fim, mas Freiberger voltou a surpreender os farmacêuticos.

Por causa do 2-2 o vencedor seria conhecido nas grandes penalidades. Mesmo no castigo máximo, a vantagem esteve sempre do lado dos visitantes até ao 3-3. Na sexta grande penalidade, Luka Tankulic fez história para o clube.

Taça da Liga. Vizela mantém boa forma nas provas a eliminar

Taça de Liga - Segunda eliminatória

Vizela 1 Gil Vicente 0

Golo: Ferraz

O Vizela parece com vontade de fazer boa figura nas duas taças do calendário português. Após o brilharete na prova rainha, o clube minhoto eliminou mais um rival da região na caminhada para a fase de grupos da Taça da Liga.

O golo de Ferraz surgiu aos 51 minutos num jogo que se revelou bastante equilibrado, já que, as duas formações conhecem-se bastante bem porque actuam no mesmo escalão.

Os últimos resultados confirmam que a subida de escalão tem como propósito chegar mais rapidamente à primeira divisão. Nesta competição, vai ter o primeiro contacto com adversário mais fortes.

EFL Cup. Sturridge confirma que é uma das principais figuras do futebol inglês

Quarta eliminatória

Liverpool 2 Tottenham 1

Golos: Daniel Sturridge 2 - Janssen

Os reds confirmaram o bom início de temporada com uma vitória tranquila sobre o Tottenham. Apesar da grande penalidade convertida por Janssen aos 76 minutos, o domínio do Liverpool nunca esteve em causa. 

Os dois golos de Sturridge são a prova da boa forma evidenciada pelo internacional inglês. Um jogo interessante com duas das principais equipas inglesas, mas apenas pode continuar a sonhar com a Taça da Liga inglesa. Os Spurs ficam com um calendário menos preenchido. 

terça-feira, 25 de outubro de 2016

9ª jornada



Ainda é cedo para perceber se o Sevilha vai entrar na luta pelo título, mas as primeiras jornadas confirmam uma equipa bem orientada com vontade de se tornar mais um grande. Nesta ronda, bateram o pé ao Atlético Madrid com um golo de N´Zonzi, permitindo ao Real Madrid ascender à liderança isolada do campeonato.

Os dois principais candidatos não tiveram vida fácil.

Os jogos entre Valência e Barcelona são sempre renhidos e com polémica à mistura. Os blaugrana venceram por 2-3, com golos de Messi e Suárez, sendo que, no primeiro e terceiro tento também houve interferência da dupla. No último, Neymar também participou. O Valência deu uma boa resposta ao golo inicial que marca a polémica pelo fora-de-jogo posicional de Suárez. A equipa de Nani e Cancelo vai ter uma temporada penosa na luta pela manutenção. 

Os merengues também sofreram em casa perante o Ath Bilbao, tendo confirmado a vitória apenas nos descontos por Morata que saiu do banco. Cristiano voltou a ficar em branco. Os adeptos estiveram quase a assistir ao terceiro empate consecutivo no Santiago Bernabeu

O duelo galego entre Celta e Corunha teve lugar nesta ronda com vantagem para o clube de Vigo. Uma nova goleada nos Balaídos para cimentar uma posição europeia.

9ª jornada




Uma liga incrível ao fim de nove jogos com três líderes e duas equipas a um ponto da liderança. Na corrida ao título ainda cabem Everton com 15 e o Manchester United com 14 pontos. 

A ronda trouxe inúmeras novidades. 

O City voltou a perder pontos em casa frente ao Southampton. A escorregadela poderia ter sido maior se Iheanacho não tivesse empatado o jogo, já que, os anfitriões revelaram desacerto na finalização. O terceiro resultado negativo consecutivo para os citizens no campeonato levanta questões sobre a qualidade da defesa. Pep Guardiola atravessa o pior momento da temporada. 

O Liverpool aproveitou para chegar ao topo com 20 pontos numa vitória sobre convincente sobre o W.B.A Os reds têm valores seguros no meio-campo, embora sem grande poder de fogo no ataque. No entanto, os jogos da Premier League existe muita capacidade no miolo do terreno. Coutinho, Lallana, Wjinaldum, Jordan Hendersen garantem controlo do jogo e ao mesmo tempo posse de bola. Num ápice, Jurgen Klopp chegou ao topo do campeonato.

O Arsenal poderia ter chegado ao fim da ronda em primeiro, mas desperdiçou dois pontos em casa frente ao Middlesbrough. As principais estrelas estiveram pouco inspiradas numa altura que seria importante ficar isolado. Mais uma oportunidade desperdiçada no Emirates. 

A vitória no grande duelo da jornada possibilitou ao Chelsea alcançar o Tottenham com 19 pontos. A goleada dos blues aos red devils poderia ter sido maior. O Manchester United tem menos 6 pontos, mas ainda há margem para recuperar porque na liga inglesa tudo muda num instante.

Uma nota para as recuperações do Leicester e do Stoke. Se o campeão inglês aproveita as escorregadelas dos líderes para se aproximarem do topo vai originar motivação nos jogadores. O Stoke construiu um grande plantel, mas começou mal a temporada. Nesta ronda conseguiu a segunda vitória consecutiva graças ao talento de Xherdan Shaqiri. 

8ª jornada



Os encarnados mantiveram a distância de três pontos para o FC Porto, mas aumentaram dois relativamente aos leões. A escorregadela leonina em casa frente ao Tondela torna a conquista do título mais complicada porque é o segundo empate consecutivo, sendo que, neste desafio o pontinho só chegou no minuto 95. 

Quem continua a somar pontos, mesmo sem grandes exibições é o Sporting de Braga. Os guerreiros do Minho já estão colados aos leões prometendo luta acesso com os candidatos porque José Peseiro mudou o estilo de jogo favorecendo a procura do resultado em detrimento da nota artística. O rival Vit.Guimarães também está em boa forma, tendo chegado ao quinto lugar após a vitória no Estoril.

No meio da tabela existe um equilíbrio com subidas de forma de Marítimo e Nacional. Nesta ronda a grande maioria dos jogos acabou 1-1, não havendo grandes alterações na classificação. Desp.Chaves, Arouca, Estoril e Belenenses ficaram a perder face a algumas equipas, embora com prejuízo de apenas um ponto. 

Melhor Equipa
Vit.Guimarães
Uma boa exibição dos vimaranenses num terreno complicado, embora a vitória tenha sido fácil. O ataque minhoro é letal porque não contempla apenas a eficácia de Marega. Soares revela os mesmos níveis de qualidade que o colega do ataque. Na defesa e meio-campo, Pedro Martins está a construir uma base sólida com capacidade para evoluir. Destaque para um craque que vai dar que falar e se chama Raphinha.

Melhor Jogo
FC Porto -Arouca
O resultado é desnivelado, mas a grande prestação dos azuis e brancos merece ser realçada, sobretudo a dupla de pontas-de-lança. André Silva e Diogo Jota são dois bons valores do futebol português numa posição onde escasseiam jogadores com técnica e finalização. Em boa hora, Nuno Espírito Santo resgatou Jota do Atlético Madrid senão estava perdido na equipa B dos colchoneros.

Sinal +

André Silva e Diogo Jota - Os dois jogadores estiveram envolvidos em dois lances de golos dos azuis e brancos, tendo o segundo assistido para o primeiro fazer o sexto e sétimo golo do campeonato. Jota combina bem com Silva.

Sinal -

Sporting - A falta de qualidade do meio-campo leonino tem tramado os leões nos últimos jogos. A lesão de Adrien Silva obriga um dos avançados a recuar bastante para vir buscar a bola. Nenhum dos médios contratados convenceu o técnico que pode ser um titular absoluto, sendo que, o pior é mesmo a qualidade dos novos avançados, à excepção de Bas Dost. 

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Liga NOS. Mais uma vitória bracarense sem nota artística

8ª jornada

Sp.Braga 1 Desp.Chaves 0

Golo: Pedro Santos
MVP: Pedro Santos - Carlos Ponck

Os bracarenses não fizeram um grande jogo, mas conseguiram o mais importante. Os três pontos garantem a igualdade com o Sporting e a manutenção da mesma distância relativamente ao Benfica e FC Porto que se encontram daqui a duas jornadas, pelo que, a distância pode ser encurtada se vencer os próximos desafios. 

A grande penalidade de Pedro Santos resolveu o problema perante o Desp.Chaves que se bateu bastante bem, mostrando qualidade em todos os sectores. Os flavienses prometem andar nesta competição pelo menos o mesmo número de anos que demoraram a subir ao principal escalão.

O técnico José Peseiro mudou a filosofia de jogo. Isto é, terá aprendido com alguns erros que levaram à perda de troféus que o colocariam no topo do futebol português. Se for preciso, o Sp.Braga joga q.b para conquistar a vitória porque é isso que real importa. A grande chave para a redução da distância face aos três grandes é o pragmatismo que não se viu em técnicos anteriores, nomeadamente Paulo Fonseca. Peseiro já percebeu como se chega lá...

Futebol Distrital. Beira-Mar já olha para o primeiro lugar, apesar de jogo complicado

I Divisão Distrital Aveiro
6ª jornada

Beira Mar 1 GDSC Alvarenga 0

Golo: Cílio Souza

O Beira-Mar venceu por 1-0 num jogo complicado em que a eficácia do histórico Cílio Souza foi fundamental para conquistar os três pontos que garantem via aberta para o primeiro lugar da classificação.

A quarta vitória no campeonato foi conquistada apenas aos 69 minutos, apesar do domínio durante todo o encontro.

Na próxima jornada, o Beira-Mar defronta o líder São João Ver num jogo em que está em causa a liderança porque o adversário tem apenas mais dois pontos. A conquista do primeiro lugar pode significar uma motivação extra para os atletas.

Primera División. Golo de Maxi Rodriguez aos 92 minutos acaba com o nulo no clássico rosarino

7ª jornada

Rosario Central 0 Newell´s Old Boys 1

Golo: Maxi Rodriguez

O derby rosarino esteve perto de terminar empatado a zero devido ao equilíbrio registado durante o jogo. Os visitantes conseguiram mais oportunidades que o adversário, em particular dentro da pequena área, onde remataram mais vezes à baliza, mas sem a bola entrar. Do outro lado, apenas quatro remates, sendo que, um deles fora da grande área.

O Newell´s ainda penetrou na área adversária, mas a boa organização defensiva do Rosario levou que tentasse alguns pontapés a seguir ao meio-campo. No entanto, quando todos esperavam o nulo, eis que Maxi Rodriguez faz o 0-1 aos 92 minutos.

Craque do jogo: Maxi Rodriguez

domingo, 23 de outubro de 2016

Liga NOS. Encarnados alcançam 16ª vitória consecutiva fora de portas para o campeonato

8ª jornada

Belenenses 0 Benfica 2

Golos: Mitroglou, Grimaldo
MVP: João Diogo - Alex Grimaldo

Um triunfo fácil apesar da pressão que o empate do Sporting colocou na equipa de Rui Vitória. Os encarnados mataram as esperanças do adversário com o golo de Mitroglou na sequência de um pontapé de canto.

O domínio continuou sempre com o grego em destaque através de uma bola ao poste no primeiro tempo. Mitroglou vai ser o melhor marcador no campeonato por causa da lesão de Jonas. 

O Belenenses provocou alguns sustos que não passaram disso mesmo. João Diogo foi o mais atrevido no ataque, mas também a impedir as subidas de Grimaldo. O segundo golo surge precisamente numa altura em que o ex-jogador do Barcelona consegue entrar na área do Belenenses. Nota para o passe de Gonçalo Guedes na jogada do tento. 

No resto do encontro, o ponta-de-lança grego voltou a ter uma hipótese para fazer o 0-3, mas desta vez tem de ser criticado por ter falhado. 

Os três pontos mantêm os dragões a três pontos, embora aumente a vantagem sobre o Sporting. Como aconteceu na temporada passada, as águias não saem da liderança desde que assumiram o posto.

La Liga. Talismã Morata para segurar a liderança isolada

9ª jornada

Real Madrid 2 Athletic Bilbao 1

Golos: Benzema, Morata - Merino

A surpresa esteve perto de acontece, mas Morata voltou a dar três pontos aos merengues, repetindo o feito na partida contra o Sporting para a Liga dos Campeões. Ora, numa altura em que Cristiano Ronaldo e Kareim Benzema atravessam uma crise de finalização, tem de haver alguém que sirva de talismã.

O Real Madrid iniciou a partida a vencer com um golo de Benzema aos 7 minutos. O público pensou que se tratava de nova goleada. Puro engano, já que, os bascos vinham motivados após a vitória contra o rival na última jornada. Merino fez o 1-1 aos 27 minutos, deixando o resultado incerto até aos 83 minutos. Muito tempo para uma formação que tinha a liderança à vista por causa da derrota do grande rival.

No período em que o empate persistia, as nuvens dos dois últimos empates em casa surgiram na cabeça dos adeptos. 

Nada a recear porque há sempre Morata para os momentos aflitos. 

Liga NOS. Mais uma deslocação tranquila dos vimaranenses

8ª jornada

Estoril 0 Vit.Guimarães 2

Golos: Soares, Raphinha

Os vimaranenses voltaram a construir um resultado positivo após o empate fantástico em casa frente ao Sporting. Na verdade, um triunfo sem complicações perante o Estoril que volta a marcar passo no campeonato, sendo que, a luta pela manutenção será o principal objectivo.

Ao invés, os minhotos lançam a candidatura às competições europeias da próxima temporada, prometendo assustar o rival bracarense. 

Normalmente só as grandes equipas têm dois grandes goleadores. O mesmo acontece com o V.Guimarães que face à baixa produtividade de Marega pode sempre contar com Tiquinho Soares.

Liga NOS. Moreirense continua sem ganhar, mesmo com todos os ventos a favor

8ª jornada

Moreirense 1 Rio Ave 1

Golos: Cauê - Roderick Miranda
MVP: Cauê - Roderick Miranda

Uma grande penalidade desperdiçada por Rebocho na última jogada do encontro impediu o Moreirense de sair dos lugares de despromoção. Tudo estava encaminhado para os cónegos conseguirem a segunda vitória na competição devido ao maior domínio do jogo, por terem marcado o primeiro golo a 15 minutos do fim e o castigo máximo não aproveitado, além da vantagem numérica de dois jogadores. 

O Rio Ave não se importa com os erros alheios e arrecadou um ponto naquele que foi a maior desatenção dos anfitriões, mesmo tendo terminado a partida com 9 jogadores. Roderick converteu a grande penalidade que originou o empate antes de também ir tomar banho mais cedo.

Premier League. Blues aproveitam auto-estrada aberta pela defesa para golearem o United

9ª jornada

Chelsea 4 Manchester United 0

Golos: Pedro, Cahill, Hazard, Kanté

A goleada do Chelsea sobre o United teve início aos 30 segundos depois de Pedro Rodríguez ter aproveitado uma falha da defesa adversária. O segundo golo não tardou muito por Gary Cahill na sequência de um canto onde os red devils estiveram a dormir. 

Os três pontos são justos pelo domínio do Chelsea. O Manchester revela uma defesa de papel com jogadores sem qualidade como é Blind e Rojo, além de Bailly e Smalling. Não existe nenhum grande central nem sequer um lateral semelhantes aos irmãos Neville. 

O Chelsea também venceu a famosa batalha do meio-campo. Matic e Kanté secaram Ander Herrera e Fellaini. O triunfo também passa por aqui, já que, os dois pivots dos blues permitiram que os jogadores mais criativos estivessem em condições de passar livremente pela auto-estrada aberta pela defesa do United. 

No segundo tempo, Hazard e Kanté fecharam as contas, mas o resultado poderia ter sido o mesmo antes do intervalo por causa das oportunidades criadas, salvas pelo guardião De Gea. Em termos atacantes, o United só teve duas ameaças de Zlatan Ibrahimovic.

A estratégia de Conte resultou perante um adversário que ainda não sabe como colocar as pedras mais influentes. Pogba mal se viu, Rashford poderia estar nas costas do sueco, Mata não joga de início e Wayne Rooney nem sequer foi convocado. Do outro lado há espaço para Diego Costa, Hazard, Pedro Rodriguez e Matic funcionarem como equipa. Mourinho tem bastante trabalho pela frente, sendo que, o reforço da defesa tem de ser prioridade no mercado de inverno. Não se percebe porque razão o manager gastou tanto dinheiro em Pogba e deixou de se preocupar com o sector defensivo.

Os londrinos ficam a um ponto do trio da frente e com os mesmos pontos dos Spurs. O United continua a seis da liderança e mais pressionado para não deixar fugir os rivais. 

La Liga. Andaluzes também querem ser candidatos ao título

9ª jornada

Sevilha 1 Atlético Madrid 0

Golo: N´Zonzi

O Sevilha venceu as três últimas edições da Liga Europa, mas no plano interno esteve sempre aquém do que fazia nas competições europeias. Nesta temporada, os andaluzes estão perto do apuramento inédito para os oitavos-de-final da Champions League e chegaram ao primeiro lugar após vitória justa sobre os colchoneros.

Um golo de N´Zonzi aos 75 minutos foi suficiente para ascender à primeira posição do campeonato, embora dependente do resultado do Real Madrid. Os andaluzes são uma das equipas que melhor defende, faltando referências no ataque depois da perda de Kevin Gameiro para o Atlético. O problema é que nem sempre é preciso marcar muito para vencer como aconteceu neste duelo.

Eredivisie. Líder perde primeiros pontos frente ao grande rival

10ª jornada

Ajax 1 Feyenoord 1

Golos: Dolberg - Kuyt

Na última jornada, o Feyenoord esteve perto de ceder os primeiros pontos, mas Kramer deu a vitória nos minutos finais.

Uma semana depois, o Ajax conseguiu ser o primeiro clube a roubar pontos ao primeiro classificado, embora não tenha vencido a partida. Apesar da proeza cometida pelo clube de Amesterdão, o Feyenoord mostrou ser mais forte, já que, dominou grande parte do encontro. 

A primeira e última oportunidade do jogo pertenceram ao líder do campeonato. No entanto, o golo do Dolberg aos 55 minutos aparece numa altura do jogo em que havia maior equilíbrio. O empate só apareceu a cinco minutos do final pelo inevitável Dirk Kuyt. 

A divisão de pontos mantém o Ajax no segundo lugar com 23 pontos, menos cinco que o Feyenoord. 

Premier League. Aberta a crise no Etihad

9ª jornada

Manchester City 1 Southampton 1

Golos: Iheanacho - Redmond

O quinto jogo consecutivo sem vencer confirma a crise no Etihad. Pep Guardiola passa a fase menos positiva da temporada após 10 jogos só com vitórias. No entanto, as deficiências começam a aparecer.

O golo de Southanpton revela falta de qualidade dos homens defensivos, sendo que, as ameaças anteriores não serviram de aviso. 

A reacção à desvantagem só chegou para sair com um ponto. Iheanacho jogou no lugar de Aguero e justificou a aposta no onze inicial, embora o argentino tenha entrado nos minutos finais para tentar um golpe de sorte. Se o craque foi convocado nos dois jogos da semana e só entrou para contrariar os resultados negativos porque razão não actuou de início? 

Ninguém discute o valor do ataque dos citizens, mas as fragilidades defensivas estão a ser bem aproveitadas. A defesa continua permeável. 

A vitória daria a liderança isolada face aos empates de Arsenal e Tottenham. O empate torna a competição competitiva com gunners, citizens e reds na primeira posição com 20 pontos, abrindo possibilidade de Chelsea e Manchester United aproximarem-se.