quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Copa del Rey. Colchoneros não brincam em serviço na primeira mão

16 avos-de-final 1ª mão

Guijuelo 0 Atlético Madrid 6

Golos: Carrasco 2, Correa, Roberto, Vrsaljko, Saúl Niguez

Uma goleada fantástica na deslocação do Atlético ao Guijuelo. 

O adversário dos colchoneros ainda se aguentaram durante 28 minutos, mas a partir do primeiro golo de Saúl Ñiguez foi um autêntico festival de golos na baliza de Enrique Royo. 

Normalmente costuma haver um tento de honra do clube mais pequeno, mas Diego Simeone não facilitou e colocou em campo as melhores unidades, sobretudo na defesa para não sofrer golos, já que, Correa e Carrasco eram suficientes para garantir a presença de jovens madrilenos no jogo da segunda mão.

EFL Cup. Mourinho passa mais um obstáculo rumo ao segundo título em Inglaterra

Quartos-de-final 

Manchester United 4 West Ham 1

Golos: Martial 2, Ibrahimovic - Fletcher

Os red devils encararam o desafio com mais vontade de passar a eliminatória. Uma vitória tranquila com dois golos de Martial e do sueco Ibrahimovic. Zlatan começa a ser decisivo.

O West Ham ainda assustou o adversário aos 35 minutos por Fletcher, recordando os adeptos do empate registado no último fim-de-semana. 

O Manchester United não deixou que os hammers voltassem com força para a segunda parte e fizeram o 2-1 três minutos depois do reatamento da partida por Martial. O francês também foi responsável por ter matado o resultado aos 62 minutos, mas Zlatan ainda teve tempo de fazer aquilo que mais gosta. 

O treinador José Mourinho pode estar mal classificado no campeonato, mas está perto de conquistar o segundo título em Inglaterra.

EFL Cup. Saints construíram passagem às meias-finais no primeiro tempo

Quartos-de-final

Arsenal 0 Southampton 2

Golos: Clasie, Bertrand

Uma oportunidade perdida para o Arsenal ficar mais motivado pela presença numa meia-final. O Southampton esteve impecável, em particular na primeira parte onde dominaram, mesmo com os melhores jogadores fora de combate devido a opção, como aconteceu com o português José Fonte. 

Os gunners também aproveitaram para rodar porque a prioridade é o campeonato. Apesar de tudo, Wenger deve ter dito alguma coisa no balneário porque a atitude no segundo tempo foi diferente, mas o Southampton conseguiu defender todas as iniciativas. 

Taça da Liga. Jesus ficou convencido com algumas exibições

Terceira Fase
Grupo A -1ª jornada

Sporting 1 Arouca 0

Golo: Alan Ruiz

O técnico leonino optou por lançar jogadores menos utilizados, embora Joel Campbell também tenha entrado no onze inicial. 

A opção revelou-se acertada, ao contrário de outras ocasiões em que as segundas linhas não corresponderam à chamada. Jesus já descobriu a valia de alguns jogadores como o costa-riquenho e Alan Ruiz para serem mais vezes utilizados nos jogos de maior exigência.

O Arouca também não ofereceu resistência, apesar da boa oportunidade de Sancidino. No resto do encontro houve pouco atrevimento ou vontade porque Lito Vidigal deixou os melhores jogadores de fora, mas fica a ideia que no jogo do campeonato, os nortenhos estiveram pior do que nesta partida. 

O Sporting está numa boa posição para voltar a jogar a final four da prova.

Copa Del Rey. Sevilha foi passear a Ibiza....

16 avos-de-final 1ª Mão

Formentera 1 Sevilha 5

Golos: Gabri - Correa 3, Ben Yedder

Uma goleada dos andaluzes na visita à ilha de Ibiza, mais concretamente a um lugar conhecida pelas magnificas praias, embora também haja um clube de futebol.

O resultado ficou decidido na primeira parte com quatro golos dos visitantes, com destaque para Correa que fez um hat-trick, mas também BenYedder por ter marcado o golo logo no primeiro minuto, através de uma grande penalidade. 

A história do jogo diz que o Formentera também marcou numa altura em que havia 0-2. Os locais festejaram efusivamente, só que Correa acabou com o jogo e a eliminatória aos 29 minutos, apesar de ser necessário um segundo desafio no dia 21 de Dezembro. 

terça-feira, 29 de novembro de 2016

13ª jornada



Os merengues voltaram a ganhar vantagem sobre o Barcelona, na véspera de jogar em Camp Nou. Os quatro pontos de distância garantem tranquilidade no próximo clássico, remetendo a pressão para o velho rival. 

O mais importante para o líder do campeonato é o regresso de Cristiano Ronaldo aos golos e às boas exibições. O craque português assume importância nesta fase da temporada, numa altura em que a ausência de Bale também se deverá fazer sentir. 

O Atlético Madrid regressou aos triunfos, esperando também conquistar pontos aos adversários na próxima jornada. O mesmo acontece com o Sevilha que continua em grande forma. A vitória sobre o Valência confirma vontade em lutar com os grandes de Espanha até final. 

O Valência continua a lenta caminhada para o abismo no futebol espanhol.

13ª jornada


O Manchester United e o Tottenham foram os grandes perdedores da última jornada. Os red devils perderam mais dois pontos para os rivais após o empate em casa contra o West Ham. Por seu lado, o Tottenham perderam contra o líder.

O Chelsea continua a boa forma, apesar de ter começado a perder contra o Tottenham, mas uma grande segunda parte manteve os blues na liderança do campeonato.

Os dois principais perseguidores também estiveram à altura dos acontecimentos. Manchester City e Liverpool venceram tranquilamente, sendo que, na próxima ronda o Chelsea-Manchester City pode dar a liderança aos reds. 

Ainda há tempo para o Leicester e o Stoke para se juntarem ao pelotão da frente, ou, pelo menos, lutarem por uma presença nas competições, já que, têm equipa suficiente para jogarem ao mais alto nível. 

Nesta ronda destaque para os dois golos de Álvaro Negredo frente ao Leicester, começando a justificar a contratação do Middlesbrough. 

11ª jornada


Os encarnados continuam a mostra qualidade de jogo sempre que entram no relvado. A vantagem sobre a concorrência reflecte o futebol praticado. Neste momento, a equipa que consegue acompanhar o campeão nacional é o Sporting, sendo que, só faltam duas jornadas para o derby de Lisboa. 

O FC Porto voltou a perder pontos na deslocação ao Restelo. O Belenenses conseguiu incomodar os portistas podendo ser o clik que faltava à boa equipa de Quim Machado. Os dragões precisam de se manter à mesma distância de Benfica e Sporting para conquistarem pontos aos rivais na 13ª jornada. No entanto, a recepção ao Sp.Braga no próximo fim-de-semana não se afigura fácil porque os guerreiros estão a jogar bem e em superior na tabela classificativa. 

A distância dos quatro primeiros para o resto do comboio começa a ser preocupante. O Vit.Guimarães perdeu em Tondela e o Chaves empatou em casa frente ao Marítimo. 

As maiores novidades surgiram na segunda metade da tabela. 

O Tondela e o Arouca saíram da zona de despromoção após terem vencido. A equipa de Petit realizou uma grande exibição frente aos vimaranenses que vinham de cinco vitórias consecutivas. Por outro lado, o Arouca foi responsável por mais uma chicotada no campeonato. O estreante Carlos Pinto ainda foi a tempo de ter os 15 minutos de fama, mas durou menos de uma volta. 

Os últimos classificados são o Nacional e o Moreirense. Os madeirenses continuam com Manuel Machado ao leme, enquanto os cónegos confiam no regresso de Augusto Inácio para meter os miúdos a jogar à bola.

Melhor Equipa
Benfica
Os encarnados fartam-se de jogar à bola. Neste jogo, os grandes protagonistas foram Pizzi, Salvio e Cervi. Os três construíram as jogadas dos golos benfiquistas com classe e requinte. A vitória estava praticamente assegurada, mas o empate na Turquia colocou dúvidas sobre a qualidade do futebol para chegar à vitória. O treinador deu uma grande resposta com variações e lances bonitos para voltar a conquistar as bancadas da Luz.

Melhor jogo
Belenenses - FC Porto
As duas equipas que vestem de azul deram um bom espectáculo no Restelo, apesar da chuva e das condições do relvado. Os treinadores deram ordem para atacar e foi isso que aconteceu com os anfitriões a causarem oportunidades de golo. Os dragões também responderam com algumas iniciativas, embora nem sempre de forma lúcida. O empate aceita-se, mas o jogo deveria ter tido golos nas duas balizas. 

Sinal +

Sp.Braga - Os guerreiros do Minho ascenderam ao terceiro lugar após a goleada ao Feirense. A vitória pode dar moral a um treinador que aprendeu com os erros cometidos no passado. Num campeonato em que a experiência será um factor decisivo, existe razão para contar com Sp.Braga nas contas principais.

Sinal -

FC Porto - Ao invés, os dragões cometem muitos erros por causa da juventude da equipa e do treinador. Os empates acumulados não acontecem apenas pela falta de finalização. Nota-se que os adversários já sabem como anular a qualidade dos jogadores portistas, embora sendo prejudicados pela falta de tarimba.

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Liga NOS. José Peseiro regressa ao Dragão à frente da ex-equipa

11ª jornada

Sp.Braga 6 Feirense 2

Golos: Rui Fonte 2, Wilson Eduardo 2, Hassan, Ricardo Horta - Rosic a.g, Platiny
MVP: Wilson Eduardo - Platiny

Uma goleada das antigas que acaba com as críticas às últimas exibições dos bracarenses. O Sp.Braga dizimou o Feirense no encerramento da jornada.

Os guerreiros entraram a todo o gás com dois golos em 22 minutos, embora tendo sofrido entre o primeiro e o segundo golo. A chuva continuou aos 42 minutos e só parou aos 88, havendo o segundo tento de honra por parte do Feirense. 

No plano colectivo o Sp.Braga foi dono e senhor do desafio perante um adversário completamente inferior. Em termos individuais houve vários destaques como Wilson Eduardo que marcou dois golos e fez duas assistências, Rui Fonte substituiu bem o sérvio Stoilijkovic, além de Ricardo Horta que ocupou a faixa esquerda. Xeka cumpriu a missão no meio-campo. 

O treinador José Peseiro arriscou fazer alterações numa altura em que se encontrava sobre brasa por causa dos últimos resultados e exibições. As opções tomadas foram acertadas, como prova o resultado. 

O Sp.Braga subiu ao terceiro lugar, estando em melhor posição para a visita ao Dragão, mas nova abordagem negativa pode deitar tudo a perder. 

Mónaco e PSG estão a um ponto do Nice, mas é o Leipzig que continua a liderar na Alemanha



Bundesliga - 12ª jornada

O Leipzig continua a surpreender o mundo do futebol com as exibições e as vitórias. Nesta ronda manteve a vantagem sobre o campeão que regressou ás vitórias frente ao Bayer Leverkusen. Os farmacêuticos somaram a segunda derrota consecutiva, apesar do apuramento para os oitavos-de-final da Champions League na semana passada. Em queda estão o Borussia Dortmund e o Hoffenheim. As duas equipas encontram-se a nove e oito pontos da liderança. 

Serie A - 14ª jornada

Uma má ronda da campeã Juventus após a derrota em Génova por culpa da boa exibição do filho de Diego Simeone. Os principais adversários venceram, ganhando uma nova esperança na luta pelo título. A Roma sofreu para conquistar três pontos frente ao Pescara, enquanto o AC Milan goleou em casa do Empoli. A Lazio também conquistou uma vitória importante em Palermo. Nápoles e Fiorentina podem aproximar-se se ganharem os jogos desta noite, sendo que, a equipa de Paulo Sousa defronta o Inter no Giuseppe Meazza.

Ligue 1 - 14ª jornada

O empate do Nice em casa contra o Bastia foi bem aproveitado pelos principais perseguidores, apesar do grau de dificuldade dos opositores do fim-de-semana. O Mónaco goleou o Marselha por 4-0. A equipa de Rudy Garcia ganhou apenas um jogo nas últimas cinco partidas. Por seu lado, o PSG venceu o Lyon por 1-2 num jogo tremendo em que o empate era uma realidade. As duas equipas estão a jogar melhor que o Nice, prometendo ultrapassar a equipa de Balotelli na classificação se continuarem com a pedalada. O Mónaco tem tido exibições regulares marcadas por muitos golos, enquanto o PSG retoma os bons jogos com Cavani em destaque. Uma nota para a penúltima posição do Lille onde joga Éder

Super Liga - 12ª jornada

O grande duelo entre Besiktas e Basaksehir terminou empatado, pelo que, os visitantes ficam na liderança com mais dois pontos de vantagem. Tratou-se do único empate nos últimos cinco jogos. O Fenerbahce aproveitou para encurtar distância, mas continua a seis pontos da liderança e a quatro do campeão. O Galatasaray também está em recuperação, apesar de ter vencido sete vences. Na cauda da tabela permanecem o Adanaspor e o Kayerispor

Division of Honor - 7ª jornada

No principal campeonato de Aruba, continua o equilíbrio entre os primeiros quatro classificados que vão disputar o play-off para definir o campeão. As formações da frente venceram e aumentaram a distância para os perseguidores. Nesta ronda, RCA, Britannia, Dakota e Nacional obtiveram goleadas, sendo que, só o Britannia não jogou contra uma das três últimas classificadas. O desnível permite às formações mais fortes terem um resultado positivo na diferença de golos marcados e sofridos. 

Championship. Jogadores do Rotherham têm de ir a um vidente para conseguirem vencer

18ª jornada

Rotherham 1 Leeds United 2

Golos: Richard Wood - Chris Wood, Doukara

Um jogo mais equilibrado por parte do Rotherham, mas mesmo assim uma nova derrota que compromete a manutenção antes do fim da primeira volta.

O Leeds marcou cedo por Chris Wood, sendo que, os azares na primeira parte prejudicaram os anfitriões porque Greg Halford lesionou-se aos cinco minutos e Peter Odemwingie foi expulso antes da meia-hora de jogo. 

Os visitantes aproveitaram todos os problemas do adversário para chegar ao intervalo com 0-2 no marcador. Mais um golpe nas várias asas partidas. 

No segundo tempo, só houve o golo de Richard Wood que nem deu para festejar porque faltavam quatro minutos para o fim sempre com o Leeds United por cima no jogo.

O Rotherham continua a 11 pontos da salvação e o Leeds subiu ao quinto lugar.

Primera División. Lisandro López em destaque na vitória do Racing Club

11ª jornada

Racing Club 3 Independiente 0

Golos: Lisandro López 2, Bou

Um domínio total dos anfitriões no derby da cidade de Avellaneda. O Racing Club reduziu o adversário a um mero participante na partida.

Os golos traduzem a superioridade evidenciada ao longo dos 90 minutos, embora o jogo só tivesse ficado mesmo resolvido com o segundo golo de Lisandro López no final.  Antes, no minuto, 48, Bou fez o 2-0 que dava sinais de vitória. 

A diferença de remates à baliza mostra o valor das equipas no sector atacante.

O Racing subiu para a quarta posição com 24 pontos, estando com menos dois pontos que o líder Estudiantes. O Independiente ficou no 13º lugar.

Craque do jogo: Lisandro López

domingo, 27 de novembro de 2016

Liga NOS. Wagner coloca Tondela fora dos lugares de despromoção

11ª jornada

Tondela 2 Vit.Guimarães 1

Golos: Wagner 2 - Tiquinho Soares
MVP: Wagner - Soares

Um grande jogo entre equipas que ocupam posições opostas na classificação. O Tondela dominou a primeira parte, obtendo vantagem em todos os aspectos nas estatísticas, em particular na posse de bola que rondava os 65%, contra 35% dos vimaranenses. 

O Vit.Guiamrães entrou com confiança por causa das cinco vitórias consecutivas, além dos oito jogos sem perder. 

No segundo tempo, os vimaranenses criaram oportunidades, mas o Tondela também respondia com perigo. Jhon Murillo e Tiquinho Soares eram os mais perigosos, embora a entrada de Bernard tenha sido importante na nova atitude dos visitantes.

Numa altura em que o perigo rondava as duas balizas, Tiquinho Soares fez o golo, causando novamente sentimento de injustiça nos anfitriões. 

O golo aos 75 minutos não esmoreceu o Tondela que fez dois golos em dois minutos. Wagner bisou aos 84 e 85, colocando justiça no resultado. 

O Tondela saiu dos lugares de despromoção após uma vitória importante.

La Liga. Revés no Anoeta complica contas do campeonato

13ª jornada

Real Sociedad 1 Barcelona 1

Golos: Willian José - Leonel Messi

O Barcelona manteve a tradição de não conseguir vencer no Anoeta perante a Real Sociedad. Um empate comprometedor em vésperas da recepção ao Real Madrid. Neste momento, os dois grandes de Espanha estão separados por 6 pontos, mas em termos de qualidade de jogo a diferença é bem maior, mesmo com Leonel Messi a fazer muitos golos.

Os blaugrana permitiram que os bascos tomassem conta do jogo no primeiro tempo. Xabi Prieto teve ocasiões para marcar, mas o golo da vantagem só apareceu no segundo tempo. 

O empate surgiu numa jogada de Neymar pelo lado esquerdo que encontrou Messi em posição de fazer o 18º golo no campeonato. 

Premier League. West Ham também Sakho pontos ao United

13ª jornada

Manchester United 1 West Ham United 1

Golos: Zlatan Ibrahimovic - Sakho

O West Ham juntou-se ao lote de equipas que roubaram pontos ao United em Old Trafford, sendo que, não se trata de um candidato ao título. O Manchester United voltou a perder pontos, após ter empatado em casa na semana passada contra o Arsenal. Em duas semanas voaram quatro pontos...

Os três pontos ficavam bem entregues aos anfitriões porque lutaram durante a partida, embora nem sempre da melhor forma. Ou seja, as oportunidades desperdiçadas levantam questões sobre a utilidade de Rooney e Mikhitaryan no banco de suplentes.  

O  golo sofrido no primeiro minuto acabou por ter influência na procura desesperada pela reviravolta. Ibrahimovic ainda empatou no primeiro tempo no seguimento de um grande passe de Pogba, mas depois faltou classe na hora de fazer o 2-1. 

A qualidade dos jogadores do United ainda não está 100% ao serviço da equipa porque o treinador precisa de encontrar equilíbrios  em campo. Nunca será possível juntar Mikhitaryan, Rooney, Rashford e Mata no onze, pelo que, alguém vai ficar insatisfeito. O problema não tem a ver com colocar estrelas no banco, mas encontrar uma forma de jogo para ficaram todos contentes dentro de campo.

Liga NOS. Pizzi, Salvio e Cervi deram "show" de bola na Luz

11ª jornada

Benfica 3 Moreirense 0

Golos: Pizzi 2, Raúl Jiménez
MVP: Pizzi - Makaridze

O trio de médios-avançados que suportam Gonçalo Guedes e Mitroglou esmagou o Moreirense, embora só tenham entrado duas bolas na baliza de Makaridze durante o período em que Pizzi, Salvio e Cervi brindaram os espectadores com futebol de excelência. Apesar de ter uma função mais exigente que Salvio e Cervi, em termos de equilíbrio da equipa, o número 21 foi a figura do jogo pelos dois golos e por ter realizado inúmeros lances de perigo com os companheiros, que contou também com o empenho de Gonçalo Guedes, mas o jovem jogador não fez o gosto do pé.

O Benfica começou o desafio com oportunidades provocadas por Salvio e Gonçalo Guedes, constantemente defendidas pelo guardião do Moreirense. Os encarnados nunca descansaram até marcarem o primeiro golo, o que aconteceu aos 32 minutos. A vantagem era curta para a toada imprimida pelos anfitriões numa semana de imenso desgaste devido ao jogo para a Champions League. 

O segundo tempo teve a mesma história e os protagonistas do costume. Não vai ser fácil a André Horta e a Rafa entrarem no onze. Por outro lado, Raúl Jiménez aproveitou a falta de golos de Mitroglou para também molhar a sopa.

Uma vitória curta se tivermos em conta o festival de futebol ofensivo praticado na Luz. Os três pontos garantem mais dois pontos de vantagem sobre o FC Porto nas vésperas de três jogos fundamentais que servem para aferir a verdadeira qualidade da equipa orientada por Rui Vitória.

Liga NOS. Arouca volta a estar na primeira liga

11ª jornada

Arouca 1 Paços de Ferreira 0

Golo: Jorginho
MVP: Jorignho - Ivo Rodrigues

O Arouca venceu e ultrapassou o Paços de Ferreira na classificação. Um golo de Jorginho no início da partida foi suficiente para garantir a terceira vitória consecutiva em casa, permitindo a recuperação de uma equipa que estava descrente.

O adversário também atravessa a mesma crise confiança devido aos quatro jogos consecutivos sem vencer. As oportunidades não surgiram porque os melhores jogadores, Ricardo Valente e Ivo Rodrigues, continuam no banco. Após a entrada dos dois, houve algum atrevimento, mas nessa altura o Arouca já tinha colocado o modo autocarro para segurar uma vitória que pode mudar o resto da temporada. 

O Paços de Ferreira somou a quinta derrota consecutiva e o mito Carlos Pinto está perto de ter o mesmo destino do antigo treinador Pepa. 

La Liga. Gameiro e Ferreira-Carrasco são as unidades mais importantes nos colchoneros

13ª jornada

Osasuna 0 Atlético Madrid 3

Golos: Godín, Kevin Gameiro, Ferreira-Carrasco

Uma sapatada na crise após a derrota em casa frente ao Real Madrid. Os comandados de Diego Simeone voltaram ao registo habitual, embora o Osasuna também não seja um adversário complicado. 

O triunfo mostrou o bom momento de dois jogadores. Kevin Gameiro e Ferreira-Carrasco têm sido as pedras mais importantes na manobra ofensiva, apesar da valia de Griezmann e da contratação de Nicolas Gaitán. 

Os colchoneros estão em boa condição para aproveitar o resultado do Barcelona - Real Madrid, mas terão de vencer na próxima ronda.

Premier League. Melhor temporada de Alexis Sánchez no Arsenal

13ª jornada

Arsenal 3 Bournemouth 1

Golos: Alexis Sánchez 2, Theo Walcott - Callum Wilson

Uma nova grande exibição do chileno Alexis Sánchez, que fez dois golos e uma assistência para outro jogador que se encontra em destaque nos gunners. 

A ameaça de um descuido surge sempre quando o adversário marca, mas o Arsenal está mais sólido como se viu na última jornada em Old Trafford. Neste desafio, o 2-1 por Walcott só aconteceu na segunda parte, embora o 1-1 não tivesse criado problemas na exibição.

Os gunners continuam na perseguição aos três primeiros classificados, estando com mais quatro pontos que o Tottenham.

Eredivisie. Golo solitário de Klaasen mantém pressão sobre Feyenoord

14ª jornada

Hereenveen 0 Ajax 1

Golo: Davy Klaasen

O golo de Davy Klaasen na segunda parte mantém o Ajax na perseguição ao líder, sendo que, um empate ou derrota do Feyenoord nesta ronda coloca o clube de Amesterdão na liderança.

A deslocação a Hereenveen não foi fácil porque o adversário conseguiu tapar os caminhos para a baliza. O Ajax apenas criou três situações de perigo na primeira parte por Sinkgraven e o inevitável Klaasen. Dolberg também tentou a sorte. 

No segundo tempo, os anfitriões conseguiram equilibrar  a partida, mas só até ao golo de Klaasen. O número 10 é um bom sucessor de Christian Eriksen. A partir desse momento foi um festival de ocasiões perdidas pela jovem equipa. 

O Ajax tenta recuperar o domínio do futebol holandês que pertence ao PSV. Os jogadores têm classe e categoria, mas a necessidade de vender pode impedir a ascensão desejada pelos responsáveis do clube.

sábado, 26 de novembro de 2016

Liga NOS. A sorte e José Moreira estiveram do lado dos canarinhos

11ª jornada

Nacional 0 Estoril 1

Golo: Ali Ghazal a.g
MVP: Salvador Agra - José Moreira

Um disparate de Ali Ghazal deu três pontos preciosos ao Estoril, que continua a recuperar na tabela, e afundou ainda mais os madeirenses na classificação. Os erros cometidos estão a comprometer os planos de Manuel Machado.

O golo surgiu por acaso, pelo que, o Estoril não fez mais para procurar nova fortuna. O Nacional tomou conta do jogo, criando vários lances por Salvador Agra, Ricardo Gomes e os outros que tentam devolver ao clube um triunfo. As iniciativas dos anfitriões foram bem recebidas pelos visitantes por causa da qualidade do guarda-redes José Moreira. O ex-Benfica continua com as qualidades intactas. 

A sorte esteve do lado do Estoril, pelo que, percebe-se as palavras de Manuel Machado no final do jogo ao afirmar que os jogadores estavam a chorar no balneário. Não é caso para tanto porque a sorte também vai chegar à Choupana.

Liga NOS. Duas escorregadelas podem ter acabado com o título

11ª jornada

Belenenses 0 FC Porto 0

MVP: André Sousa - Ivan Marcano

A divisão de pontos é um prémio justo para o Belenenses que se apresentou bastante bem perante os dragões. Quim Machado tem uma bela equipa, mas tem de ser mais ofensivo nos jogos com equipas da mesma dimensão. O duplo pivot não serve nesses jogos, tendo Miguel Rosa no banco de suplentes...

O Belenenses dominou na primeira parte, tendo tido uma bola no poste de Casillas, bem como uma oportunidade desperdiçada por Camará. Os dragões com o mesmo onze que empatou em Setúbal, no Dragão frente ao Benfica, em Chaves e em Copenhaga, só reagiu no segundo tempo porque na primeira parte só se conta uma jogada protagonizada por André Silva e Diogo Jota.....

O treinador Nuno Espírito Santo lançou a artilharia para terminar com a seca de golos, mas Varela e Depoitre não são suplentes de luxo. O belga perdeu duas oportunidades porque escorregou....

As melhores ocasiões dos dragões após o intervalo foram protagonizadas por Marcano num canto que Florent conseguiu tirar a bola em cima da linha e noutra situação do inevitável André Silva. O Belenenses preferiu povoar o meio-campo para anular o adversário, embora sempre com o olho no contra-ataque. Neste capítulo, Camará fez um maior esforço para dar uma alegria aos adeptos que se deslocaram ao Restelo apesar da chuva.

Os dragões somaram o terceiro empate consecutivo no campeonato, perdendo dois pontos para o Sporting e podendo ficar a sete do campeão nacional, sendo que, também se encontram em desvantagem no confronto directo com os rivais. O problema não está apenas relacionado com a falta de eficácia. 

La Liga. Sevilha alcança segundo lugar isolado

13ª jornada

Sevilha 2 Valência 1

Golos: Garay a.g, Dani Pareja - Mounir El Haddadi

Os andaluzes conseguiram mais uma vitória importante rumo a uma excelente classificação. A vitória sobre o Valência representa nova aproximação ao líder Real Madrid e pressão para Barcelona e Atlético Madrid.

O Sevilha controlou sempre a partida, criando várias oportunidades de golo, apesar do empate de Mounir ter sido recebido com enorme silêncio no Sanchéz Pizjuan. 

A veia goleadora de Pareja no início da semana teve continuidade neste desafio que garante o segundo lugar isolado. O Valência cai perigosamente para a zona de despromoção.

Liga NOS. Joel Campbell começa a ganhar titularidade

11ª jornada

Boavista 0 Sporting 1

Golo: Bas Dost
MVP: Fábio Espinho - Bas Dost

O avançado holandês começa a ganhar preponderância na equipa leonina. O golo decisivo aos 25 minutos mostra a contínua qualidade de Bas Dost. 

O treinador sportinguista voltou a fazer alterações, colocando Joel Campbell nas costas do holandês e Bruno César na esquerda, tendo Bryan Ruiz sido o sacrificado. Gelson Martins continua de pedra e cal porque é a melhor unidade para acompanhar Bas Dost. A exibição de Campbell deve ter dado vantagem nos próximos encontros, sobretudo na deslocação à Luz, mas Jesus tem mudado bastante ao longo da temporada. 

Neste momento, parece haver apenas dois lugares disponíveis no quarteto da frente, já que, Bas Dost e Gelson Martins entendem-se bastante bem, como se viu no lance do único golo da partida, mas também noutras ocasiões. O resultado poderia ter sido mais dilatado se Bruno César e o holandês não tivessem acertado no poste. 

O Boavista defendeu-se como pôde, tendo em conta as últimas ausências, mas o ataque da equipa não pode ficar entregue à qualidade de Schembri e aos rasgos de Fábio Espinho e Renato Santos nas bolas paradas. 

Premier League. Blues "mataram" o jogo na altura certa

13ª jornada

Chelsea 2 Tottenham 1

Golos: Pedro Rodríguez, Victor Moses - Christian Eriksen

Um excelente jogo entre dois rivais de Londres, mas também no campeonato devido ao crescimento do Tottenham. Os Spurs entraram melhor com um bom golo de Eriksen aos 10 minutos, sendo que, Harry Kane conseguiu introduzir a bola na baliza antes do 0-1, mas o árbitro anulou a jogada.

A pressão do Tottenham passava por não deixar Matic ter a bola, além de Wanyama ter sido perfeito ao impedir a progressão dos jogadores mais criativos do Chelsea, como Pedro Rodríguez e Eden Hazard. A defesa visitante conseguiu isolar Diego Costa da restante equipa.

Os blues não tiveram qualquer jogada de perigo até aos 20 minutos. A primeira ocasião surgiu à meia-hora através de um remate de livre por David Luiz. Nos minutos finais da primeira parte, houve um crescimento dos anfitriões que resultou num grande golo de Pedro Rodríguez bem perto de intervalo.

Os dois golos foram marcados por pontapés fora da área. 

O segundo tempo iniciou-se com o 2-1 do Chelsea. O golo nasceu de uma recuperação de bola por parte do Chelsea no meio-campo, que rapidamente chegou aos pés de Diego Costa. O brasileiro ganhou a linha no flanco esquerdo e fez a assistência para Victor Moses colocar os blues em vantagem. Na jogada seguinte, Marcos Alonso teve nos pés o 3-1 após uma jogada do autor do segundo golo.

No resto da partida não houve mais situações de perigo, tirando uma nova tentativa de Eriksen aos 63. A pressão realizada pelo Chelsea tirou espaço ao adversário que deu mostras de estar esgotado fisicamente.

O Chelsea recupera a liderança perdida durante algumas horas para o Liverpool e o Manchester City. Os Spurs começam a perder terreno, mesmo estando em zona europeia e de ter terminado os jogos mais complicados na primeira volta.

La Liga. Merengues regressam à Ronaldodependência

13ª jornada

Real Madrid 2 Sporting Gijón 1

Golos: Cristiano Ronaldo 2 - Carmona

Os merengues seguraram a primeira posição, mas tiveram de sofrer muito para conquistar os três pontos devido à forma como encararam a segunda parte da partida. 

Os primeiros vinte minutos foram fantásticos com Cristiano Ronaldo novamente em destaque com dois golos e outras ocasiões para sentenciar o jogo. O Gijón conseguiu travar a euforia blanca ao ter reduzido para 1-2. 

Os adeptos merengues esperavam que a equipa aumentasse a velocidade para fixar o resultado final, mas não foi isso que aconteceu. A reacção dos visitantes tremeu o Santiago Bernabéu, em particular quando uma grande penalidade poderia ter feito o 2-2. No entanto, o jogador do Gijón não converteu o castigo máximo.

Apesar da oportunidade perdida, o Real ainda teve problemas no final da partida, sendo que, o apito final do árbitro originou um sentimento de alívio em todo o estádio. 

A vitória garantiu a manutenção da mesma distância antes da deslocação a Barcelona. 

Premier League. Aguero salva novamente City do desastre antes de começar série de jogos mais complicados

13ª jornada

Burnley 1 Manchester City 2

Golos: Dean Marney - Sergio Aguero 2

O City repetiu os pecados dos últimos jogos e voltou a sofrer o primeiro golo. A partir desse momento, as dúvidas sobre o valor da equipa são novamente colocadas em causa, em particular no que diz respeito ao sector defensivo. 

O treinador espanhol não consegue encontrar o equilíbrio que permite aos adversários entrarem em campo com receio do poder do Manchester City. A sorte de Guardiola é ter um jogador que se chama Sergio Aguero. O argentino assumiu novamente as rédeas da equipa ao fazer dois golos em situações de alguma confusão na grande área do Burnley. 

O Manchester City podia ter ficado novamente sem os três pontos, mas coloca pressão sobre os restantes rivais, nas vésperas do início do mês de Dezembro onde vai defrontar Chelsea, Arsenal e Liverpool. 

Liga NOS. Empate favorece mais as pretensões dos madeirenses

11ª jornada

Desp. Chaves 0 Marítimo 0

MVP: Braga - Fransérgio

O Marítimo tem sido uma equipa difícil de vencer após a entrada de Daniel Ramos. O ímpeto vitorioso do início foi travado, mas agora os empates garantem tranquilidade na tabela classificativa. 

O resultado alcançado em Chaves é positivo, tendo em conta, que na semana passada, o FC Porto foi eliminado da Taça de Portugal. O técnico do Marítimo já estava avisado para os perigos e não facilitou, optando por uma postura mais defensiva. Apesar de fechar os caminhos para a baliza, os madeirenses conseguem os objectivos. 

Os anfitriões ganharam um ponto na luta pela melhor classificação após os grandes clubes do futebol português.

Liga NOS. Marcar e defender o resultado tem mão de Luís Castro

11ª jornada

V.Setúbal 0 Rio Ave 1

Golo: Felipe Augusto
MVP: Costinha - Felipe Augusto

Um golo de Felipe Augusto aos 18 minutos de livre directo foi suficiente para garantir os três pontos no primeiro desafio com Luís Castro como treinador

O tento marcado bem cedo decidiu o jogo porque os sadinos não conseguiram dar a volta ao resultado.

O novo técnico vilacondense montou a equipa de forma excelente em termos defensivos para não sofrer golos. Nesse aspecto, Luís Castro é mais competente do que Nuno Capucho, mas no plano ofensivo o desafio em Setúbal ainda não permite tirar conclusões.

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Melhor jogador da 10ª jornada


O jogador holandês tem-se afirmado como a principal referência atacante do Sporting, mas ainda está longe da qualidade demonstrada por Slimani.

Na última ronda marcou na vitória do Sporting frente ao Arouca, valendo-lhe os votos dos leitores do GOLO.

A luta pelo primeiro lugar esteve renhida porque Diogo Jota e Tiquinho Soares também foram premiados. Bas Dost obteve seis votos, enquanto o jogador do FC Porto mereceu 2 pela boa exibição no Dragão frente ao FC Porto. Por fim, os dois golos de Soares na reviravolta do Vit.Guimarães contra o Nacional deram 1 voto. 

Uma jornada com muitos pontos de interesse só podia dar uma grande participação na escolha do melhor jogador da ronda. 

Empate na Turquia obriga à contratação de um médio que saiba controlar a bola com qualidade

g

No jogo frente ao Besiktas notou-se a ausência do número 8 benfiquista. A colocação de Pizzi significa qualidade em termos atacantes, mas no plano defensivo o Benfica fica cozo, mesmo tendo Fejsa em grande forma na destruição do jogo adversário.

Neste momento, André Horta é o único que garante controlo de bola naquela zona do terreno. Como se viu no desafio na Turquia, os encarnados precisam de alguém que saiba guardar o esférico quando se encontra em vantagem. A entrada de Samaris foi um sinal para a equipa defender o resultado. As outras alternativas são Danilo e Celis, jogadores que não estão na primeira linha para o treinador Rui Vitória. O colombiano parece ter sido uma aposta falhada e o brasileiro tarda em justificar a contratação. 

O número 8 também sabe atacar, talvez com mais qualidade do que Pizzi, como se verificou no Dragão, já que, após a entrada de André Horta o Benfica subiu de rendimento. 

As necessidades do plantel justificam a contratação de um jogador com as características referidas em Janeiro. Talvez a opção possa recair em Vukcevic do Sp.Braga. 

O técnico não pode baixar o bloco muito cedo, como aconteceu na Turquia, porque não tem ninguém com qualidade para definir em que momento a bola vai para o lado esquerdo, direito ou para a frente. Por estas razões, a opção tomada foi sempre o jogo directo a partir da baliza de Ederson.  

Notas da Semana

Homem-do-Jogo

Cristiano Ronaldo - O craque português está de regresso à boa forma. Os três golos frente ao Atlético Madrid revelam que CR7 vai dar luta a Leonel Messi. Aos poucos temos Ronaldo em forma no clube, já que, na selecção tem sido decisivo nos primeiros jogos de apuramento para o Mundial 2018. 


Nota Intermédia

Benfica e FC Porto - Os dois clubes portugueses perderam uma oportunidade de ouro para garantir a qualificação para os oitavos-de-final da Champions League, em particular os encarnados que estiveram a ganhar por 0-3 ao intervalo frente ao Besiktas. FC Porto e Benfica repetiram o mesmo resultado da primeira volta frente aos dinamarqueses e turcos. Se voltarem a perder contra Leicester e Nápoles significa que podem cair na Liga Europa, a não ser que os campeões da Dinamarca e da Turquia não vençam as equipas mais fracas do grupo. Tudo pode acontecer para os clubes portugueses. 

Fora-de-Jogo

PSV - O campeão holandês está a fazer uma temporada para esquecer. No campeonato perdeu os dois rivais de vista, sendo difícil a reconquista do título, mas ninguém esperava que antes da primeira volta estivesse longe do Ajax e Feyenoord. Na Liga dos Campeões ainda só conquistou um ponto, estando em risco de ficar pelo caminho. A presença nas competições europeias depende de uma vitória sobre o Rostov na última ronda, mas tem de fazer aquilo que ainda não conseguiu na principal prova de clubes da UEFA. O PSV nem sequer pode ambicionar conquistar a Taça porque também já foi eliminado na primeira ronda.

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Liga Europa. United vence primeira final com enorme categoria

Grupo A - 5ª jornada

Manchester United 4 Feyenoord 0

Golos: Wayne Rooney, Juan Mata, Jones a.g, Lingard

Uma excelente noite para a formação de José Mourinho. O futebol ofensivo do United cresce com Wayne Rooney e Zlatan Ibrahimovic no onze, mas os equilíbrios defensivos também têm de ser tidos em conta. 

O domínio dos anfitriões foi sendo recompensado com golos que faziam bastante falta para terminar com as especulações e as dúvidas. O triunfo acaba por ser importante devido ao valor e à posição que o adversário ocupa na liga holandesa, embora estejam numa situação complicada na liga Europa após a derrota em Old Trafford.

A boa forma de Juan Mata também ficou evidenciada nesta partida, já que, o espanhol fez o segundo golo consecutivo. 

O Manchester United respira com mais tranquilidade, mas ainda precisa de um ponto em casa do Zorya. O Feyenoord tem de vencer o Fenerbahce na última jornada para continuar presente nas competições europeias.

Liga Europa. Ajax confirma primeiro lugar do grupo

Grupo G - 5ª jornada

Ajax 2 Panahinaikos 0

Golos: Schone, Tete

A equipa do Ajax cresce à medida que o calendário avança. No campeonato e nas competições europeias, a formação holandesa mostra consistência e qualidade, com destaque para dois jogadores. No fim-de-semana, Kasper Dolberg foi o herói e na recepção aos gregos, Schone voltou a ser importante.

O segundo golo marcado aos cinco minutos da segunda parte matou o desafio. 

Os holandeses seguem para os oitavos-de-final com o primeiro lugar do grupo, prometendo novas exibições para tentar regressar aos palcos decisivos das competições europeias.

Liga Europa. Falta de ambição pode custar caro no regresso de Paulo Fonseca à Pedreira

Grupo H - 5ª jornada

Gent 2 Sp.Braga 2

Golos: Coulibaly, Milicevic - Stoijlijkovic, Hassan

A falta de ambição demonstrada por José Peseiro impediu que o Sp.Braga resolvesse o apuramento antes da recepção ao Shakhtar Donetsk na última ronda. Os bracarenses podem perder frente à equipa de Paulo Fonseca e seguir em frente, mas o treinador continua a dar razões aos críticos.

A forma como os guerreiros chegaram aos golos mostram que o Gent era acessível, embora a estratégia utilizada por Peseiro tivesse sido mais uma vez errada porque preferiu jogar na eventualidade de ter mais uma oferta de última hora. O remate de Ricardo Horta que embateu na barra foi o único lance de perigo no segundo tempo.

O Gent acertou os problemas defensivos na segunda parte, impossibilitando os contra-ataques do adversário. No plano ofensivo tentou aproveitar as ofertas que a defesa bracarense continuou a dar após o intervalo. 

A escolha de dois atacantes para atacar a baliza do Gent deveria ter sido aproveitada, mas o treinador apostou no bloco baixo. A presença de Hassan e Stoilijkovic serviu para não dar hipóteses na hora de finalizar, o que acabou por acontecer, embora só durante 45 minutos. 

Uma oportunidade perdida pelo Sp.Braga que continua a não mandar nas partidas por mera estratégia, mesmo faltando um jogador criativo no plantel. 

Benfica e FC Porto entre as quatro equipas que ainda faltam apurar



Na última jornada a emoção será bastante reduzida porque faltam apenas 4 equipas por se apurarem. A maioria das formações conseguiu a qualificação nesta ronda podendo descansar na próxima tendo em vista os campeonatos nacionais.

Nesses quatro lugares que restam podem caber duas equipas portuguesas, já que, o Sporting hipotecou as contas com a derrota em Alvalade frente ao Real Madrid. Benfica e FC Porto precisam de vencer os jogos ou esperar que Besiktas e FC Copenhaga percam perante os últimos classificados dos grupos. A tarefa das águias e dragões é complicada porque defrontam as melhores equipas, mas podem aproveitar o factor casa. O FC Porto tem ainda a esperança que o Leicester não se esforce por se encontrar apurado. Ao invés, o Benfica tem um duelo decisivo com o Nápoles. 

Sendo assim, ainda falta decidir as duas equipas do Grupo B, uma do Grupo G e o segundo classificado do Grupo H, que vai ser encontrada do desafio entre Sevilha e Lyon.

Não houve grandes surpresas nesta fase de grupos, pelo que, esperam-se grandes confrontos nas eliminatórias. A entrada de formações pouco habituadas na prova, como o Ludogorets e o Légia Varsóvia permitiram desequilíbrios. 

Nesta ronda houve um registo importante. Os 12 golos marcados no Borussia Dortmund - Légia Varsóvia constituíram um recorde na competição. 

STATS

Uma jornada com 50 golos só prestigia a competição. O confronto entre Dortmund e Légia ajudou ao número gordo, mas também houve seis no Besiktas-Benfica e quatro no Arsenal-PSG, além de cinco na histórica vitória do Rostov sobre o Bayern Munique. No total marcaram-se 232 golos, com o último quarto de hora das partidas a serem o período em que a bola entrou mais vezes na baliza, seguido do segundo quarto de hora e dos primeiros quinze minutos do segundo tempo. Messi continua a liderar a lista de melhores marcadores com 9, bem longe de Cavani e a restante concorrência. O argentino tem a companhia de Gundogan no capítulo dos remates à baliza, sendo que, Cristiano Ronaldo é o jogador que remata mais vezes fora do alvo. Neymar também aumentou o número de assistências. 

Na indisciplina, Franco Vázquez lidera com 19 faltas, tendo a companhia de Gatskan, mas o jogador do Sevilha foi expulso na recepção à Juventus, prejudicando o emblema espanhol. 

Melhores da Jornada

Melhor Equipa
Atlético Madrid
Os colchoneros são a única equipa invencível na competição, mostrando vontade de lutar pela terceira final na história. A exibição frente ao PSV foi apenas mais um excelente momento de superioridade. No entanto, ainda falta vencer o poderoso Bayern Munique para conquistar 18 pontos.

Melhor Jogo
Borussia Dortmund - Légia Varsóvia
Os dois clubes protagonizaram o desafio com mais golos na história da competição, batendo o anterior registo por apenas um golo. Os polacos começaram a vencer, mas o Dortmund marcou três golos em 20 minutos. A partir desse momento houve várias reviravoltas que só terminaram aos 90, sempre com o Dortmund em vantagem. Os alemães conseguiram marcar em momentos chave como o final da primeira parte o início da segunda, terminando com as ténues esperanças do Légia ultrapassar o Sporting no terceiro lugar.

Melhor jogador
Poloz (Rostov)
Uma boa exibição do jogador frente ao Bayern Munique. Um golo e uma assistência, bem como lances individuais que colocaram dificuldades aos alemães, confirma que existe qualidade na equipa russa. Os três pontos dão esperança na hipótese de lutar pela manutenção nas competições europeias da próxima temporada

NOTAS

+ A chuva de golos no Borussia Dortmund - Légia Varsóvia

+ O regresso de Leonel Messi aos golos confirmou o apuramento do Barcelona

+ A primeira vitória do Rostov na Liga dos Campeões

+ O apuramento do Mónaco revela que a equipa de Leonardo Jardim cresceu relativamente à temporada passada

- O PSV arrisca terminar a competição sem uma vitória

- Benfica e FC Porto poderiam ter confirmado o apuramento perante adversários mais fracos, mas voltaram a empatar, como sucedeu na primeira jornada

- A participação do Dinamo Zagreb

Champions League. Nápoles tem jogo decisivo na Luz

Grupo B - 5ª jornada

Nápoles 0 Dinamo Kiev 0


Um empate comprometedor para o Nápoles, que se desloca ao Estádio da Luz na última jornada para decidir o apuramento. No entanto, o futuro dos italianos também pode ficar dependente daquilo que o Dinamo Kiev fizer frente ao Besiktas.

Os ucranianos ficam definitivamente afastados das competições europeias, apesar do bom resultado no San Paolo. A equipa da casa foi superior, mas revela falta de ideias na hora de encontrar caminhos para a baliza. 

Man of the Match: Marek Hamsik

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Champions League. Rostov conquista primeira vitória na competição que confere vantagem na luta pelo terceiro lugar

Grupo D - 5ª jornada

Rostov 3 Bayern Munique 2

Golos: Azmoun, Poloz, Noboa - Douglas Costa, Bernat

Um jogo com muitos pontos de interesse, pelo que se jogou em campo, mas também devido aos feitos registados após o final.

No terreno, houve equilíbrio com alternância no marcador, começando os visitantes por abrir o marcador, mas o Rostov empatou no final da primeira parte e chegou à vantagem no início do segundo tempo. Após o golo de Poloz, Bernat fez o 2-2, mas Noboa fez um grande golo de livre directo que ofereceu a primeira vitória aos russos na competição. 

O empate também permite vantagem na deslocação a Eindhoven na luta pelo lugar de acesso às eliminatórias da Liga Europa contra o PSV. 

Os alemães estão na próxima fase, mas sofreram mais um resultado negativo. A estreia de Renato Sanches como titular foi bastante positiva, já que, o campeão europeu esteve no lance dos dois golos dos visitantes. 

Man of the Match: Poloz

Champions League. Stoyanov adiou festejos do Basileia

Grupo A - 5ª jornada

Ludogorets 0 Basileia 0


O Basileia poderia ter carimbado a passagem aos 16 avos-de-final da Liga Europa, mas o guarda-redes do clube búlgaro não permitiu que Zuffi e companhia fizessem a festa em terreno alheio.

A equipa suíça vai ter que esperar mais uma jornada para confirmar o terceiro lugar se o Ludogorets não espantar a Europa do futebol se conquistar pontos em Paris e o Arsenal vencer no país dos chocolates e dos relógios. Neste momento, o Basileia tem vantagem sobre o Ludogorets no confronto directo.

Os três pontos deveriam viajar para a Suíça, mas os búlgaros quiseram sair da competição perante os adeptos com honra e glória, mesmo tendo poucos golos durante a prova.

Man of the Match: Stoyanov

Champions League. Ingleses seguem para os oitavos e alemães vão para a Liga Europa

Grupo C - 5ª jornada

Borussia Monchengladbach 1 Manchester City 1

Golos: Raffael - David Silva

As equipas saíram satisfeitas do terreno do jogo porque ambas vão continuar nas competições europeias, embora em competições distintas. Os alemães começaram mal a prova, mas conseguiram dar a volta nos últimos jogos. 

O resultado ficou definido na primeira parte, sendo que, no segundo tempo, os técnicos preferiram pensar nos jogos do fim-de-semana porque o destino na Europa estava traçado

Man of the Match: David Silva

Champions League. Messi voltou, bisou e apurou o Barcelona para os oitavos

Grupo C - 5ª jornada

Celtic 0 Barcelona 2

Golos: Leonel Messi 2

Um regresso em cheio do craque argentino com mais dois golos na contagem. Messi já tem 17 nesta temporada, sendo que, os desta noite valeram o apuramento para o Barcelona. A passagem já estava praticamente garantida, mas faltava carimbar. 

O desafio também fica para os registos porque Messi alcançou 100 golos nas competições europeias. 

O protagonista principal da noite não foi o colectivo blaugrana, mas apenas e só os números que fazem crescer a carreira do argentino.

Man of the Match: Leonel Messi