domingo, 30 de julho de 2017

Brasileirão. Líder perdeu dois pontos porque se encostou à defesa depois de ter marcado

17ª jornada

Corinthians 1 Flamengo 1

Golos: Jô - Réver

Nem sempre a melhor forma de conseguir manter uma vantagem é colocar trancas na baliza. O Corinthians arriscou demasiado no estilo de jogo durante 90 minutos e podia ter perdido uma partida importante, mas segurou um ponto que mantém o Flamengo à mesma distância. 

No primeiro tempo, os anfitriões aproveitaram as habituais fragilidades defensivas do adversário para se colocarem em vantagem numa grande golo de Jô após passe de um médio. O Flamengo não pode jogar com a defesa subida e perder bolas no meio-campo do adversário.

Apesar de ter ido em superioridade no marcador para o intervalo, o Corinthians não teve maior domínio sobre o rival.

As atitudes das equipas mudaram na segunda parte porque o Mengão tinha de conquistar pelo menos um ponto para se manter na corrida pelo título. O empate surgiu num pontapé de bicicleta de Réver. A divisão de pontos premiava o maior domínio dos visitantes, que utilizaram a velocidade de Berrio e a qualidade de Guerrero para causar medo à defesa do Corinthians. A vitória poderia ter sido real caso Diego tivesse concretizado uma boa oportunidade a vinte minutos do final.

A toada do desafio manteve-se porque o Corinthians ficou satisfeito com o golo marcado no início da partida, mas Jô teve mais uma excelente ocasião para desferir um rude golpe que abalava o moral do Flamengo.

O empate permite ao Santos e Grémio aproximarem-se do líder, embora joguem entre si e o Palmeiras também está de regresso às contas do título.

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Major League Soccer. Ebobisse realiza mais uma grande exibição

21ª jornada

Vancouver Whitecaps 1 Portland Timbers 2

Golos: Jacobson - Ebobisse, Blanco

Os visitantes mantiveram-se nos lugares de acesso ao play-off da Conferência Oeste frente a um adversário que se encontra nas mesmas condições na tabela classificativa.

Apesar da proximidade revelar algum equilíbrio antes do desafio, durante a partida notaram-se enormes diferenças entre as duas formações, sobretudo a nível defensivo. 

A equipa canadiana permitiu que os norte-americanos penetrassem várias vezes na defesa, tendo a qualidade de Ebobisse e Blanco garantido um triunfo para se manterem tranquilos na parte superior da tabela.

Uma nota para a exibição de Ebobisse, que já merece atenção por parte de clubes europeus.

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Brasileirão. Uma cabeçada certeira garante invencibilidade e liderança no campeonato

16ª jornada

Fluminense 0 Corinthians 1

Golo: Balbuena

Uma cabeçada certeira de Balbuena no segundo tempo garantiu a manutenção do Corinthians na liderança do campeonato com uma distância confortável para o segundo classificado, mas também mantém a invencibilidade na prova. 

Os visitantes não realizaram um grande jogo, embora isso não seja importante para ganhar partidas. Os adversários continuam sem mostrarem mais força, apesar de contarem com bons jogadores, como é o caso do Fluminense que contou com o esforço de Richarlison.

O Corinthians apostou nas bolas paradas, tendo sido recompensado na única ocasião em que a bola encontrou a cabeça de um jogador. Balbuena não deu hipóteses a Júlio César. 

O calculismo do Timão continua a superar algumas equipas com melhor qualidade individual.

Brasileirão. Flamengo vence nos descontos, mas insiste nos erros defensivos

16ª jornada

Flamengo 2 Coritiba 1

Golos: Berrio,  Ewerthon Ribeiro - Henrique Almeida

O Mengão venceu uma partida crucial na luta pelo título. Apesar do triunfo frente ao Coritiba, a formação do Rio de Janeiro voltou a mostrar debilidades defensivas e ofensivas. 

O golo de Berrio no princípio da partida não deu azo a novas situações de perigo. Os anfitriões preferiram segurar a bola, em vez de marcar o segundo golo antes do intervalo. A atitude passiva foi novamente penalizada com o tento do adversário, à semelhança do que sucedeu no desafio frente ao Palmeiras. O Coritiba empatou numa jogada em que a defesa do Flamengo meteu água. Os visitantes perceberam os buracos e tentaram chegar ao segundo colocando em campo antigo avançado do Sporting, Alecsandro. 

Nos últimos vinte minutos as duas equipas quiseram marcar o segundo. O Flamengo meteu o futuro jogador do Real Madrid, Vinicius Júnior, para permitir mais lances de perigo a Paolo Guerrero, mas o peruano não mostrou a mesma eficácia da última partida. 

O 2-1 só chegou numa grande penalidade convertida por Ewerthon Ribeiro nos descontos depois de novo disparate da defesa adversária que arriscou bastante nos lances dentro da área.

O Flamengo continua a sonhar com o título, sendo que, o próximo desafio frente ao Corinthians vai definir os candidatos.

domingo, 23 de julho de 2017

Brasileirão. Chapecoense respira melhor depois de uma vitória sofrida

16ª jornada

Vitória Bahia 1 Chapecoense 2

Golos: Neilton - Reinaldo, Lourency

Os visitantes conseguiram uma vitória importante sobre um adversário directo que também vive momentos complicados. A grande penalidade convertida por Neilton não serviu para nada, já que, Lourency marcou o 1-2 na jogada seguinte ao tento do empate. 

A Chapecoense revelou maior eficácia nas poucas ocasiões que teve para marcar, embora sofresse alguma irregularidade a defender como se viu na grande penalidade cometida por Douglas Grolli que deu origem a penalti. O mesmo jogador também esteve envolvido numa jogada na grande área que poderia ter resultado noutro castigo máximo.

O triunfo dos visitantes é um balão de oxigénio interessante para o novo treinador Vinicius Eutrópio, enquanto o novo treinador dos anfitriões tem muito trabalho pela frente.

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Brasileirão. Diego falha penalti que poderia dar três pontos importantes ao Flamengo

15ª jornada

Flamengo 2 Palmeiras 2

Golos: Pará, Paolo Guerrero - Willian, Roger Guedes

O campeão Palmeiras continua a acumular maus resultados e exibições pouco convincentes. A defesa de Jaílson na grande penalidade de Diego segurou um ponto precioso na deslocação ao terreno do Flamengo. 

Os golos foram marcados na primeira parte, sendo que, no segundo tempo, houve uma quebra física nas duas equipas. 

Os anfitriões começaram a ganhar bem cedo com o golo de Pará. Nos minutos seguintes houve um massacre à baliza de Jaílson que não resultou em goleada porque o destino não quis. 

À medida que os minutos passavam, o Palmeiras conseguia recuperar terreno, tendo marcado dois golos em situações de contra-ataque, explorando os corredores laterais. Os tentos foram tirados a papel químico. 

O Flamengo mostrou inúmeras debilidades defensivas, à semelhança do Palmeiras, mas também tem muita qualidade no ataque, como é o caso de Paolo Guerrero que empatou a partida no final do primeiro tempo.

A divisão de pontos é justa tendo em conta o que se passou na primeira parte. O Flamengo poderia ter conquistado três pontos se Diego tivesse convertido a única oportunidade do segundo tempo.

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Brasileirão. Dois remates em 90 minutos seguram liderança isolada

13ª jornada

Palmeiras 0 Corinthians 2

Golos: Jadson, Guilherme Arana

O Corinthians venceu de forma meticulosa o 100º derby entre as duas equipas num jogo totalmente dominado pelos anfitriões.

O Palmeiras obteve 64% de posse de bola no primeiro tempo, mas os visitantes conseguiram marcar na única oportunidade que tiveram, por sinal, uma grande penalidade convertida por Jadson. No segundo tempo, a história repetiu-se, embora o 0-2 tivesse nascido de uma boa jogada construída pelo timão.

As estratégias utilizadas por cada treinador foram diametralmente opostas, com o Palmeiras em ataque continuado, com Dudu em destaque, enquanto o Corinthians defendia com 10 jogadores porque continuava na liderança do campeonato. Nem a presença de Jo provocou mais ousadia nos visitantes. 

Apesar das iniciativas do campeão, as jogadas raramente tinham efeito também por causa da má forma de Roger Guedes e Willian. Na segunda parte, Keno não acrescentou nada. 

O Corinthians continua sem perder desde a última derrota para os Estaduais em Março.

domingo, 9 de julho de 2017

Brasileirão. Cruzeiro abafa as críticas com grande exibição frente ao campeão

12ª jornada

Cruzeiro 3 Palmeiras 1

Golos: Thiago Neves, Hudson, Elber - Willian

O campeão realizou um mau jogo no Mineirão e não se aproximou da liderança. O Cruzeiro tirou dois grandes coelhos da cartola no primeiro tempo, numa altura em que não se adivinhava golos em qualquer das balizas. 

A vantagem dos anfitriões no intervalo era um prémio caído do céu. No reatamento, o Verdão tentou reagir, mas só conseguiu reduzir aos 62 minutos numa boa jogada concretizada por Willian de cabeça. O Cruzeiro não teve medo, apesar de jogar quase sempre com as linhas no meio-campo defensivo. O Palmeiras insistiu muito na rapidez de Keno.

O resultado esteve em aberto durante os últimos minutos, mas Elber sentenciou a partida nos descontos.

A equipa de Mano Menezes conquista uma vitória importante que afasta as dúvidas criadas nas últimas semanas.

Brasileirão. Flamengo consegue sorrir num mau jogo de futebol

12ª jornada

Vasco da Gama 0 Flamengo 1

Golo: Éverton

Uma cabeçada certeira de Éverton na segunda parte permitiu ao Flamengo ascender à segunda posição do campeonato, mas ainda longe do Corinthians.

O clássico do futebol brasileiro e do Rio de Janeiro não foi bem jogado, apesar do estádio ter 20 mil adeptos para assistir ao jogo. 

As duas equipas lutaram muito no meio-campo, procurando pouco os jogadores mais criativos, pelo que, os avançados raramente tiveram oportunidade de rematar à baliza. O golo do Flamengo nasce numa boa jogada construída a partir da direita. Na resposta, o Vasco poderia ter empatado por Luís Fabiano. 

O empate penalizava a falta de ambição das duas formações, mas os visitantes saíram com a sorte grande porque marcaram na única oportunidade de golo.

domingo, 2 de julho de 2017

Confederations Cup 2017. Alemanha conquista pela primeira vez a competição

FINAL

Chile 0 Alemanha 1

Golo: Lars Stindl

A Alemanha conquistou pela primeira vez a Taça das Confederações depois de uma vitória sobre o Chile. A jovem equipa escolhida por Joachim Low respondeu afirmativamente à chamada com a conquista do troféu, numa semana me que o futebol alemão também venceu o Europeu Sub-21.

Os chilenos começaram melhor, como tem sido habitual, criando várias oportunidades muito por culpa da pressão exercida sobre os defesas alemães, mas neste estiveram perdulários. 

Os alemães mantiveram sempre a mesma estratégia, permitindo aos sul-americanos ficarem com a posse de bola. Na primeira situação de perigo, os campeões do mundo marcaram. Werner aproveita um erro do defesa chileno, e só tem de passar a Lars Stindl para fazer o golo que decidiu a partida. 

O Chile baixou os braços, já que, também tinha de ter cuidados defensivos. A partir do golo, a qualidade do jogo decaiu, sendo que, nos primeiros quinze minutos da segunda parte houve bastantes faltas. A Alemanha controlou sempre, nunca deixando os dois homens mais adiantados do Chile com muito espaço, apesar de Arturo Vidal ser menos vigiados. O jogador da Juventus foi novamente o jogador mais perigoso da selecção chilena.

O triunfo confirma o poderio do futebol alemão. Alguns jogadores que fizeram a fase de apuramento para o Mundial 2018 podem ter a convocatória para o evento que se realiza no próximo ano.